Acesso ao principal conteúdo
Economias

Daniel Alfarela: «Covid-19 deitou abaixo projectos de muitas pequenas e médias empresas»

Áudio 13:42
Daniel Alfarela, criador de uma web TV em França, "Vrai".
Daniel Alfarela, criador de uma web TV em França, "Vrai". © Cortesia Daniel Alfarela
Por: Marco Martins

A pandemia de Covid-19 tem provocado uma crise económica um pouco por todo o mundo visto que, com o confinamento e a suspensão de várias actividades, a economia dos países e das empresas tem sofrido.

Publicidade

Em França por exemplo a falta de turistas e a abertura tardia de bares, cafés e restaurantes, provocaram dificuldades financeiras extremas a certas empresas, aliás já houve algumas que tiveram de fechar as portas, provocando o desemprego precoce de pessoas que pensavam ter um emprego seguro.

As companhias aéreas, ferroviárias ou de autocarros despedem empregados ou até fecham as portas como a Eurolines, empresa que fazia entre outras a ligação França-Portugal, acabou em liquidação judiciária.

Os meios de comunicação também não escapam a estes problemas financeiros. Vários jornais, rádios ou ainda canais televisivos despediram ou reduziram os custos.

É o caso de Vrai TV, a televisão da verdade, criada pelo fotógrafo português Daniel Alfarela, que está em grandes dificuldades. Problemas que já estavam presentes devido à falta de patrocinadores, mas que foram acentuados pela pandemia de Covid-19.

A RFI falou com o criador deste meio de comunicação, Daniel Alfarela, que nos revelou quais são as dificuldades que encontra o canal televisivo, começando por nos explicar o conceito de Vrai TV.

Empresa arruinada pela Covid-19

Daniel Alfarela, fotógrafo português

Chegamos ao fim deste magazine. Voltamos na próxima semana.

ECONOMIAS 31-07-2020 MM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.