Acesso ao principal conteúdo
Covid-19

Covid-19: França anuncia novas restrições

Olivier Véran, ministro francês da Saúde.
Olivier Véran, ministro francês da Saúde. ERIC PIERMONT / AFP
Texto por: RFI
2 min

O ministro da saúde francês anunciou esta tarde um reforço de medidas em oito cidades onde existe uma maior circulação do vírus - Paris, Lille ou Montpellier- essas cidades foram elevadas para zonas de alerta reforçada, onde passa a ser proibido ajuntamentos superiores a 10 pessoas.

Publicidade

O ministro francês da Saúde Olivier Véran anunciou esta quarta-feira que a cidade de Marselha e a Guadalupe passa a “zona de alerta máxima”, onde os bares e restaurantes serão obrigados a encerrar a partir de sábado.

O governo francês quer evitar um novo confinamento e delegou às autárquicas aplicar medidas de luta contra o novo coronavírus. As cidades francesas como Paris, Lille ou Montpellier estão em "alerta reforçado" com proibição de grandes eventos, festas e com novos horários para bares.

No território francês há 69 departamentos em alerta vermelho , com diferentes níveis de gravidade consoante a circulação do vírus.

Este agravamento levou à imposição de novas medidas de segurança sanitária que serão adaptadas a cada território e estarão a vigor durante, pelo menos, 15 dias.

Olivier Véran pediu ainda às empresas recorram ao máximo ao teletrabalho e que as pessoas reduzam os convívios sociais.

Nas últimas 24 horas foram registados mais 13.072 novos casos confirmados de Covid-19 em todo o país e 43 mortos. As autoridades francesas anunciaram ainda que nos últimos sete dias houve 4.244 novas hospitalizações e 675 novos pacientes admitidos nos serviços de cuidados intensivos.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.