Acesso ao principal conteúdo
França/Covid

França prepara introdução do recolher obrigatório para 20 milhões

Primeiro-ministro francês Jean Castex durante a sua conferência de imprensa em Paris a 15 de Outubro de 2020.
Primeiro-ministro francês Jean Castex durante a sua conferência de imprensa em Paris a 15 de Outubro de 2020. AFP - LUDOVIC MARIN
Texto por: Miguel Martins
4 min

Os espaços comerciais ficam fechados entre as 21 horas e as 6 da manhã para um terço dos franceses, em nove grandes cidades incluindo a capital a partir deste fim de semana. O recolher obrigatório anunciado nesta quarta-feira pelo presidente Emmanuel Macron foi pormenorizado agora pelo primeiro-ministro Jean Castex.

Publicidade

A ideia é lutar contra o crescimento exponencial de casos de novo coronavírus, em plena segunda vaga da pandemia, devido nomeadamente aos receios que se colocam no meio hospitalar devido ao afluxo de doentes aos serviços de reanimação.

O recolher obrigatório poderia durar até 1 de Dezembro, carecendo-se ainda do aval do parlamento para o efeito.

O texto será submetido aos parlamentares a partir da próxima semana.

Será sempre possível efectuar deslocações durante o recolher obrigatório numa série de circunstâncias excepcionais mediante a apresentação de uma autorização a obter junto da entidade empregadora, segundo um modelo a ser descarregado no site internet do governo.

O executivo estipula num máximo de seis as pessoas à mesa no restaurante e apela a que, também no plano privado, se tomem precauções acrescidas para evitar a propagação da pandemia.

Uma série de medidas de acompanhamento para os sectores mais atingidos pelo novo dispositivo foi também anunciado pelo governo, como a hotelaria, os restaurantes, a cultura e o desporto contemplando um alargamento do Fundo de solidariedade.

Eis um extracto da alocução do primeiro-ministro francês Jean Castex :

"Paris e os 7 distritos da província englobando a capital ficam sob recolher obrigatório.

Medida que se aplica também às zonas urbanas de Lyon, Lille, Toulouse, Montpellier, Aix Marselha, Rouen e Grenoble, um recolher obrigatório que vigorará entre as 21 horas e as 6 da manhã.

Portanto toda a gente deverá estar em casa às 21 horas, e salvo excepções todos os recintos que acolhem o público ficarão encerrados.

Estas regras devem ser aplicadas com discernimento.

Algumas deslocações serão autorizadas, como durante o confinamento, e para sair após 21 horas será necessário estar na posse de um documento que prova que se é abrangido por uma das excepções previstas."

Jean Castex, primeiro-ministro francês a 15/10/2020

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.