França/Covid

Variante indiana de Covid preocupa autoridades sanitárias francesas

Fotografia de um estádio convertido em centro de tratamento anti-Covid, na Índia. A variante indiana com a qual foram contaminados três pessoas em França, foi detectada em dezassete países.
Fotografia de um estádio convertido em centro de tratamento anti-Covid, na Índia. A variante indiana com a qual foram contaminados três pessoas em França, foi detectada em dezassete países. AFP - TAUSEEF MUSTAFA

Detectada pelo menos em dezassete países a variante indiana  de Covid-19 preocupa as autoridades sanitárias em França, onde três casos ,foram identificados, de pessoas recentemente regressadas da Índia. Na origem da degradação da situação sanitária na Índia, a referida variante foi detectada no sudoeste e no sul da França.

Publicidade

Três casos de variante indiana da Covid-19 foram detectados nas regiões de Nova-Aquitânia, Lot- et-Garonne e na cidade de Bordeaux.

Segundo a  Agência Regional de Saúde, os  três pacientes estão bem, sem sintomas graves da doença e sob quarentena nos seus domícilos. 

De acordo com Benoît Elleboode, director da  referida  agência, os casos são de pessoas que se deslocaram recentemente à Índia.

Os  três  pacientes que tinham viajado para  a Índia, um deles por motivos profissionaisforam detectados  com a variante indiana de Covid-19.

A  também chamada variante  B.1.617, detectada  pela  primeira vez na Índia e suspeita de ser mais contagiosa que as anteriores cepas do coronavírus, é  tida  como sendo parcialmente  responsável pelo novo surto devastador que afecta o país do sudeste asiático .

Segundo a Organização Mundial de Saúde a citada variante do coronavírus foi detectada  em 17 países, dos quais vários na Europa.

Os  epidemiologistas receiam que a variante indiana, reduza a eficácia das vacinas anti-Covid, à semelhança do que acontece com as congéneres sul-africana e brasileira.  

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI