União Europeia

França quer uma Europa que decida "mais rapidamente e com mais força"

Jovens numa bandeira europeia em Estrasburgo, perto do Parlamento europeu.
Jovens numa bandeira europeia em Estrasburgo, perto do Parlamento europeu. © FREDERICK FLORIN/AFP

O Presidente francês, Emmanuel Macron, lançou hoje em Estrasburgo a Confererência Sobre o Futuro da Europa, pedindo mais agilidade na execução e rapidez das medidas acordadas a 27.

Publicidade

O Presidente francês diz querer uma Europa que decida mais rapidamente e tome decisões mais fortes,  considerando que a crise da covid-19 serviu para afirmar o modelo europeu.

"Devemos decidir mais rapidamente e com mais força", disse o chefe de Estado, acrescentando que isso será essencial para reforçar "a soberania" do continente em setores estratégicos como a saúde.

Para Emmanuel Macron, a crise da covid-19 veio afirmar o modelo europeu, especialmente por este modelo ter ajudado a salvar vidas.

"Eu respondo às críticas ao contrário, nesta crise foi o modelo europeu que se afirmou. Este modelo, que é a nossa identidade profunda, é o que nos faz continuar", sublinhou.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades”, disse António Costa, primeiro-ministro português, que também esteve em Estrasburgo, servindo-se das palavras do poeta luso para desenhar os próximos 10 anos de política europeia

Emmanuel Macron aproveitou o momento para lembrar a Bruxelas a importância de Estrasburgo, nomeadamente como sede do Parlamento Europeu. 

Há mais de um ano que as instalações do Parlamento Europeu estão inutilizadas devido à pandemia de covid-19 e a cidade ressente-se financeiramente. Macron chama a Bruxelas a capital dos escritórios e a Estrasburgo a capital do coração e alma da Europa.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI