Justiça

Teodorin Obiang condenado em França no caso dos "bens adquiridos indevidamente"

Teodorin Obiang, vice-presidente da Guiné Equatorial, é conhecido por ter uma vida luxuosa.
Teodorin Obiang, vice-presidente da Guiné Equatorial, é conhecido por ter uma vida luxuosa. Michele Spatari / AFP

Teodorin Obiang, filho do presidente da Guiné Equatorial, viu confiscados vários bens que tem na capital francesa, e foi condenado por branqueamento e abuso de bens sociais, desvio de fundos públicos, e abuso de confiança.

Publicidade

A justiça francesa confirmou nesta quarta-feira a condenação de Teodorin Obiang, filho do presidente da Guiné Equatorial, no caso dos chamados “bens adquiridos indevidamente”.

É primeira vez que um dirigente africano é condenando em França num caso de desvio de dinheiro, e que terá servido para a compra de uma mansão em Paris avaliada em 107 milhões de euros.

Com esta condenação a Guiné Equatorial será o primeiro país a beneficiar do novo mecanismo adoptado pela justiça francesa que prevê a restituição ao país de origem dos bens apreendidos a dirigentes estrangeiros.

Para João Paulo Batalha, que dirigia em Portugal o organismo Transparência e Integridade, esta decisão “mostra a vontade da justiça francesa em combater a impunidade com que os membros da família presidencial da Guiné Equatorial, e outros autocratas, têm nos países europeus para comprar bens de luxo, carros, casas, e fazer uma vida luxuosa, e para branquear dinheiro roubado às suas populações”

 

João Paulo Batalha, sobre o simbolismo da decisão, 29/07/2021

 

“Com Isabel dos Santos tem havido [em Portugal] um maior vigor da justiça em apresar e congelar bens para eventualmente serem restituídos a Angola, mas em resposta aos pedidos da justiça angolana que com o novo presidente deixou de ser cumplice e até autora do enriquecimento ilícito de Isabel dos Santos”. Mas segundo João Paulo Batalha falta também “mapear a riqueza mal obtida de outros responsáveis e ex-responsáveis angolanos”.

 

João Paulo Batalha, e o caso de Angola, 29/07/2021

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI