Assassinato

Padre é assassinado na zona oeste de França

A 18 de Julho de 2020 a sé catedral de Nantes tinha sido alvo de um incêndio de grandes proporções ateado pelo mesmo cidadão ruandês.
A 18 de Julho de 2020 a sé catedral de Nantes tinha sido alvo de um incêndio de grandes proporções ateado pelo mesmo cidadão ruandês. AP Photo/Laetitia Notarianni

O padre assasssinado tinha 60 anos, e foi morto, esta segunda-feira, em Vendée, pelo alegado incendiário da catedral de Nantes, que confessou o crime.A notícia é avançada no Twitter pelo ministro francês do interior. 

Publicidade

O ruandês estava sob alçada da justiça, no âmbito do inquérito em torno do incêndio na catedral de Nantes em 2020.

O ruandês apresentou-se na esquadra local, esta manhã, e assumiu ter morto o padre, depois de ter também confessado, na altura, estar ligado ao fogo na catedral de Nantes

O ministro francês do interior manifesta o seu apoio aos católicos franceses, e deve deslocar-se ao local ainda hoje.

Desconhecem-se mais pormenores sobre o crime, mas fonte policial afasta a possibilidade de ter sido usada uma faca.

Sabe-se apenas que o ruandês era acolhido pelo padre há vários meses.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI