França/Brasil

Ministro francês espera decisão de Lula sobre compra do Rafale

Hervé Morin disse esperar tranquilamente a decisão do presidente brasileiro, prevista ainda para o mês de julho.
Hervé Morin disse esperar tranquilamente a decisão do presidente brasileiro, prevista ainda para o mês de julho. AFP

O ministro francês da Defesa, Hervé Morin, declarou nesta quinta-feira que espera um anúncio ou declaração do presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva sobre a compra de caças Rafale, fabricados pela empresa francesa Dassault, ainda no mês de julho. O ministério da Defesa já expressou sua preferência pelo avião francês, mas a decisão final cabe ao presidente Lula.

Publicidade

Hervé Morin disse esperar tranquilamente a declaração o presidente brasileiro, prevista ainda para o mês de julho. O ministro francês da Defesa declarou que "o Brasil é um grande parceiro estratégico", e afirmou que país decidiu reformar suas forças armadas principalmente com a indústria francesa. Morin lembrou que a França já vendeu à força aérea brasileira 51 helicópteros, "o segundo maior contrato de venda já assinado pela Eurocopter". Além disso, o ministro francês recorda que os dois países já assinaram contratos para a construção de submarinos.

A escolha de Lula é esperada desde o mês de abril, mas o presidente já deu sinais de sua preferência pelos aviões franceses, que disputam com o modelo sueco Grippen, da Saab, e o norte-americano F-18 Super Horner, da Boeing, na concorrência para renovar a frota da força aérea brasileira. Segundo Lula, a vantagem da aeronave da Dassault seria a transferência de tecnologia sem restrições, prometida pelo presidente Nicolas Sarkozy durante sua visita a Brasília em setembro de 2009.

Os aviões Rafale nunca foram vendidos no exterior. Caso a compra das 36 aeronaves seja concluída, a transação pode representar um contrato de vários bilhões de dólares.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI