AF447/Justiça

Justiça francesa indicia Air France por homícidio culposo

Avião A380 da Air France
Avião A380 da Air France Philippe Delafosse / AF

Depois de acusar a Airbus nesta quinta-feira, a Justiça francesa indiciou nesta sexta-feira a companhia aérea Air France por homicídio culposo no caso do acidente com o vôo Rio-Paris. O Airbus A330 da Air France caiu no oceano Atlântico quando fazia a rota Rio -Paris, no 31 de maio de 2009, com 228 pessoas a bordo.

Publicidade

O interrogatório durou menos de uma hora. A Air France foi representada por seu diretor-geral Pierre Henri Gourgeon. Em entrevista à Rádio França Internacional, o advogado da companhia aérea, Fernand Garnault, disse não entender essa decisão repentina da justiça, sem esperar os resultados das buscas por novos destroços da aeronave e das caixas-pretas.

Fernand Garnault, advogado da Air France

O indiciamento da Air France foi anunciado um dia depois da Justiça francesa indiciar a Airbus, construtora do avião, pelo mesmo motivo. O presidente da Airbus, o alemão Thomas Enders, disse à imprensa nessa quinta-feira, depois do encontro com a juíza responsável pelo caso, Sylvie Zimmerman, que não desaprovava totalmente esta decisão, mas que a julgava prematura. Ele destacou que a companhia vai continuar cooperando com as investigações do caso, especialmente na busca pelas caixas-pretas.

Uma das principais razões da decisão da Justiça francesa é a suspeita de um problema no funcionamento das sondas Pitot, que medem a velocidade das aeronaves. O organismo de Investigações Aéreas da França, que realiza uma perícia técnica sobre o acidente do AF447, constatou que uma falha no descongelamento das sondas Pitot poderia ser um dos elementos que explicariam o acidente, mas essa poderia não ser a única causa da catástrofe.

O indiciamento da Air France e da Airbus acontece às vésperas do início da quarta fase de buscas pelas caixas-pretas, que deve começar na próxima segunda-feira. A operação está sendo financiada pela Air France e a Airbus e vai custar 12,5 milhões de dólares.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI