França/Escândalo

Ex-ministro francês é detido, suspeito de agressão sexual

O ex-ministro Georges Tron que pediu demissão do governo em 29 de maio é suspeito de estupro e agressão sexual.
O ex-ministro Georges Tron que pediu demissão do governo em 29 de maio é suspeito de estupro e agressão sexual. REUTERS/Vincent Kessler/Files

O ex-ministro francês Georges Tron continua em prisão preventiva. Ele passou a primeira noite atrás das grades. A justiça decidiu agir rápido e mandou prendê-lo antes de que ele reassumisse o cargo de deputado e tivesse direito à imunidade parlamentar.  

Publicidade

O ex-ministro Georges Tron, de 53 anos, passou uma primeira noite preso e a justiça francesa decidiu, nesta terça-feira, que ele continuará detido por pelo menos mais 24 horas na delegacia de Versailles, nos arredores de Paris. Tron é deputado do UMP, o partido conservador do presidente Sarkozy, e prefeito de Draveil, na região parisiense.

Ele é suspeito de estupro e agressão sexual contra duas ex-funcionárias. Uma terceira mulher declarou aos investigadores também ter sido agredida sexualmente pelo ex-ministro, sem, no entanto, fazer uma queixa formal contra ele. Uma acareação entre Georges Tron e suas supostas vítimas não foi confirmada. O prefeito de Draveil foi preso na segunda-feira juntamente com uma secretária municipal que também continua detida, mas a polícia não explicou ainda por que ela também está sendo interrogada.

Georges Tron pediu demissão do governo em 29 de maio, depois que o escândalo estourou. As duas mulheres fizeram a acusação encorajadas pelo caso Strauss-Kahn. Elas teriam sido agredidas sexualmente, em 2007 e 2010, após uma sessão de massagens nos pés praticada pelo prefeito que é adepto da reflexologia.

Tron se diz inocente. Ele acusa o partido de extrema-direita Frente Nacional de estar por trás desta acusação. Familiares de Marine Le Pen, que moram em Draveil, estão em conflito com a prefeitura por questões imobiliárias, afirma o ex-ministro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI