França/Paris Plages

Chuva na inauguração afasta público do décimo Paris Plages

Paris Plage 2011 inaugura sob a chuva.
Paris Plage 2011 inaugura sob a chuva. Reuters

Com um dia chuvoso e temperatura máxima de 18 graus, Paris inaugurou nesta quinta-feira a décima edição do Paris Plages, nas margens do rio Sena.  

Publicidade

Esperando que o tempo melhore nos próximos dias, poucos parisienses se arriscaram no primeiro dia a aproveitar a praia urbana, que transforma ruas e calçadas da capital.

Este ano, a operação moveu uma quantidade recorde de areia: 6.000 toneladas, contra 2.000 toneladas do ano passado. Toda o material foi distribuído ao longo de 3,5 Km de praias artificiais, em três pontos diferentes da cidade: no parque de La Villette, na via expressa Georges Pompidou, que margeia o rio Sena, e na esplanada da prefeitura de Paris. Mais de 1.000 cadeiras e 280 guarda-sóis foram colocados à disposição gratuitamente.

Restaurantes, quiosques, sorveterias e até mesmo uma biblioteca estão instalados na tentativa de criar um balneário para os parisienses que não poderão viajar nessas férias de verão europeu.

Até o dia 21 de agosto está prevista uma maratona de fotografia, espetáculos de teatro e dança, aulas de tai chi chuan, campeonatos de vôlei de praia, pedalinhos, ateliês ecológicos, aulas de dança, ginástica e até um simulador de ondas.

A prefeitura investiu 2,2 milhões de euros no evento, cerca de 4,9 milhões de reais, com uma expectativa de que 4,5 milhões de visitantes frequentem as praias durante o próximo mês.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI