Acesso ao principal conteúdo
França/aeroportos

Greve dos controladores aéreos anula e atrasa dezenas de voos na França

No aeroporto de Toulouse-Blagnac, 40% dos voos foram anulados para partidas e 35% para chegadas devido à greve dos controladores aéreos franceses.
No aeroporto de Toulouse-Blagnac, 40% dos voos foram anulados para partidas e 35% para chegadas devido à greve dos controladores aéreos franceses. REUTERS/Jean-Philippe Arles
Texto por: RFI
3 min

Hoje é o segundo dia da greve dos controladores aéreos na França, mobilizados contra um plano de reestruturação do setor que deverá diminuir o efetivo, principalmente nos pequenos aeroportos. Dezenas de voos foram anulados nesta terça-feira: para Nantes, 10% do tráfego aéreo foi cancelado, 13% para Lyon e 14% para Marselha. Em Toulouse, a direção do aeroporto contabilizou 55 anulações: 40% para partidas e 35% para chegadas.

Publicidade

No aeroporto de Orly, nos arredores de Paris, 135 voos já haviam sido afetados nesta manhã. Durante a tarde, a Direção-geral da Aviação Civil francesa (DGAC) anunciou que, além dos 20% anunciados mais cedo, outros 20% dos voos seriam cancelados ainda hoje. No total, 240 voos deste aeroporto serão anulados até o final do dia.

Atrasos de pelo menos uma hora e meia estão previstos nos aeroportos de Orly e de Marselha; Bordeaux tem previsões de cerca de uma hora de atrasos. Já Toulouse disponibilizou “serviços mínimos” para o funcionamento de seu aeroporto hoje. Os serviços de navegação aérea também foram cancelados em pequenos aeroportos como os de Pau, Rouen e Angoulême. Já os de Bordeaux e Aix-en-Provence contam com 19% dos grevistas e está em baixa atividade.

O delegado central da Confederação Geral do Trabalho, Philippe Lohat, analisa que o conjunto dos serviços aos passageiros nos aeroportos vai se degradar se a reestruturação não for bem planificada. “Os fechamentos de postos, se eles devem acontecer, precisam ser pensados de maneira operacional e pragmática. É necessário refletir se cancelar um serviço ou agregar um outro é pertinente em relação à qualidade de funcionamento dos aeroportos”, afirmou.

Ontem, mais de cem voos foram cancelados ou registraram atrasos de até três horas. Alguns aeroportos do interior do país ficaram fechados. A DGAC aconselha os passageiros que se informem sobre a anulação de seus voos diretamente com as empresas aéreas antes de viajar.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.