Acesso ao principal conteúdo
França/economia

Aprovado na França imposto de 75% sobre grandes fortunas

As grandes fortunas na França vão pagar imposto de 75% sobre rendimentos.
As grandes fortunas na França vão pagar imposto de 75% sobre rendimentos. AFP PHOTO/PHILIPPE HUGUEN
2 min

Os deputados franceses aprovaram nesta sexta-feira um imposto especial de 75% sobre os altos rendimentos, proposto por François Hollande durante sua campanha presidencial. O tributo vai ser aplicado durante dois anos para os rendimentos superiores a um milhão de euros por ano e por contribuinte.

Publicidade

A nova taxa deve atingir cerca de 1,5 mil pessoas, que pagarão uma média de 140 mil euros, o que deve gerar um total de 210 milhões de euros por ano. O ministro francês do Orçamento, Jérôme Cahuzac, assegura que trata-se de uma contribuição “legítima”, e não “confiscatória”. Segundo ele, cada francês deve contribuir de acordo com os seus meios. A respeito do tempo determinado de dois anos, Cahuzac diz que é o período de recuperação da economia.

As críticas contra a nova tributação foram imediatas. O ex-ministro Benoist Apparu, de direita, declarou que “todo mundo sabe que isso não vai dar em nada e que só vai provocar a fuga das pessoas que ganham esse montante”. Para o ex-ministro do Orçamento de Nicolas Sarkozy, Eric Woerth, “75% é uma taxa punitiva” e um “paradoxo muito forte, pois vai tributar em excesso uma categoria muito pequena, vai arrecadar pouco e com certeza afugentar alguns”.

Desde a chegada dos socialistas ao poder na França, após a eleição de François Hollande em maio, muitas vozes vindas da direita e do patronato vêm alertando para o risco de exílio fiscal das grandes fortunas. Em junho, o premiê britânico, David Cameron, chegou a dizer que o Reino Unido estava pronto para acolher esses exilados. Cameron também lembrou que o seu governo inclusive abaixou os impostos das grandes fortunas britânicas.

Em 2013, os franceses serão submetidos a políticas econômicas de rigor históricas a fim de reduzir o déficit público para 3% do PIB.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.