França/Oposição

Grande mobilização na votação do novo líder do partido de direita na França

François Fillon e Jean-François Copé disputam a presidência do partido de direita francês, UMP.
François Fillon e Jean-François Copé disputam a presidência do partido de direita francês, UMP. REUTERS/Philippe Wojazer

Os partidários do partido de oposição francês UMP, do ex-presidente Nicolas Sarkozy, foram às urnas hoje pela primeira vez para escolher o novo presidente da sigla. A disputa entre o ex-primeiro-ministro François Fillon e o atual secretário-geral, Jean-François Copé, é acirrada.

Publicidade

Mais de 50% dos 300 mil simpatizantes do partido da oposição participaram da eleição neste domingo. Em muitos dos 650 locais de votação espalhados por todo o país houve fila. Até o candidato François Fillon teve que esperar quase uma hora e meia antes de votar, em Paris, e aproveitou para criticar a organização da votação comandada por seu rival François Copé.

Os resultados devem sair no final da noite deste domingo. As pesquisas de intenção de voto davam o ex-primeiro-ministro como favorito, mas as primeiras apurações indicam um resultado apertado, com os dois campos cantando vitória.

A vitória é importante. Provavelmente, o vencedor será o próximo candidato do partido da oposição nas próximas eleições presidenciais francesas de 2017. Mas muitos eleitores querem a volta de Nicolas Sarkozy, derrotado pelo socialista François Hollande. Após sua derrota, em maio, o ex-presidente disse que iria se retirar da política.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI