França/protesto

Em protesto, francês dorme três dias em guindaste para poder ver filho

O francês Serge Charnay
O francês Serge Charnay REUTERS/Stephane Mahe

O programador francês Serge Charnay, 43 anos, se instalou durante três dias em cima de um guindaste em Nantes, no sul da França, e desceu apenas nesta segunda-feira. Uma maneira de exigir o direito de visitar seu filho, Benoît, e de chamar a atenção da mídia para seu caso. Serge não pode mais ver a criança porque se recusou à entregá-lo à mãe em 2000 e 2011, depois das férias.

Publicidade

De acordo com a imprensa francesa, o programador francês perdeu o direito de visita depois de raptar o filho por três meses e ser condenado a um ano de prisão em 2012. Uma decisão que ele considera inaceitável, e o que o levou a subir no guindaste para chamar a atenção para o seu caso. Serge também escreveu em um cartaz "Salvem as crianças da Justiça", que ele colocou no alto do guindaste.  Ele encerrou o protesto agora à tarde, dizendo que "tinha mais o que fazer." O francês disse não ter se arrependido de levar a criança em 2012, "caso contrário eu nunca mais o teria visto", declarou.

Neste domingo, a ministra da Justiça, Christiane Taubira, organizou uma reunião sobre os direitos dos pais, a pedido do primeiro-ministro francês, Jean Marc Ayrault. As autoridades prometeram analisar a situação. Serge respondeu que ele "estudaria as propostas de moradia e de ajuda jurídica", mas se disse decepcionado com o resultado do encontro.

A ministra estimou que as associações julgavam as leis 'satisfatórias', mas se disse favorável a "um desenvolvimento da mediação" e a uma análise mais criteriosa dos casos onde o pai pede a guarda das crianças. Ela também reconheceu que o protesto de Serge abria um debate sobre o assunto.

De acordo com o Ministério da Justiça na França, em cerca de 85% dos casos a guarda é concedida à mãe. Apenas em 24% dos divórcios, os filhos continuam morando com o pai. A ação de Serge também inspirou outros pais na mesma situação. Em Seine Maritime, um homem ameaçou se suicidar, mas foi socorrido a tempo. Em Estrasburgo, um outro, de cerca de 30 anos, também subiu em um guindaste em protesto.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI