Hollande/popularidade

Presidente francês bate novo recorde de impopularidade

O presidente francês, François Hollande, em Oyonnax, nesta segunda, 11/11/13.
O presidente francês, François Hollande, em Oyonnax, nesta segunda, 11/11/13. REUTERS/Robert Pratta

François Hollande perdeu mais três pontos de popularidade entre início de outubro e início de novembro, caindo para 21% de aprovação, um novo recorde de impopularidade. O resultado do instituto Ipsos foi anunciado pela revista Le Point nesta segunda-feira. Uma outra pesquisa mostra que dois terços dos franceses (67%) querem um novo primeiro-ministro e um novo governo.

Publicidade

François Hollande perdeu mais três pontos de popularidade entre início de outubro e início de novembro, caindo para 21% de aprovação, um novo recorde de impopularidade. O resultado do instituto Ipsos foi anunciado pela revista Le Point nesta segunda-feira. Uma outra pesquisa mostra que dois terços dos franceses (67%) querem um novo primeiro-ministro e um novo governo. Os dados são da Opinionway para Clai-Metronews-LCI.

É o resultado mais baixo já apresentado por um chefe de Estado desde a criação desse índice, em 1996. As opiniões contra o desempenho de Hollande foram de 71% a 75% em um mês. Já os que afirmam ser “bastante favoráveis ao presidente” são apenas 2%.

Segundo a primeira pesquisa, o primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault tem apenas 21% de aprovação, cinco pontos a menos em um mês. Uma outra pesquisa mostra que dois terços dos franceses (67%) querem um novo primeiro-ministro e um novo governo.  Apenas 30% dos franceses são favoráveis à permanência de Ayrault no governo, com a condição de mudanças radicais no gabinete. Os dados são da Opinionway para Clai-Metronews-LCI.

O melhor colocado nas pesquisas de opinião sobre o governo continua sendo Manuel Valls, ministro do Interior, cuja pontuação permaneceu estável em um mês, com 56% de aprovação.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI