França/Casal presidencial

Após separação, Hollande e ex-companheira mantém "boas relações"

Valérie Trierweiler e François Hollande mantém "boas relações" segundo fontes próximas da ex-companheira do presidente francês.
Valérie Trierweiler e François Hollande mantém "boas relações" segundo fontes próximas da ex-companheira do presidente francês. REUTERS/Benoit Tessier/Files

Valérie Trierweiler "está melhor" e mantém "boas relações” com o presidente francês, informaram à agência AFP pessoas próximas da ex-companheira de François Hollande antes da decolagem dela para uma viagem humanitária à Índia. Através da rede social Twitter, Valérie expressou sua "emoção" aos funcionários do Palácio do Eliseu. 

Publicidade

Na quinta-feira, Valérie Trierweiler e François Hollande almoçaram juntos para preparar a separação oficial. “O almoço transcorreu bem” e hoje ela mantém “boas relações” com o presidente, disse uma fonte à agência de notícias francesa.

Se Trierweiler manteve esta viagem prevista há muito tempo, é porque ela se “sente melhor que antes”, afirmou um dso colaboradores da ex-companheira de Hollande. Na Índia, sua segurança será feita pelo seu guarda-costas habitual. A presença dela na Índia é financiada pelos patrocinadores da Ong humanitária Ação contra a Fome, que garantiu pagar todas as despesas de Valérie Trierweiler. Ela decolou no final da manhã do aeroporto de Paris com destino à Mumbai. 

Anúncio oficial

O presidente François Hollande anunciou oficialmente neste sábado (25) o fim de sua “vida em comum” com Valérie Trierweiler em uma mensagem por telefone à agência AFP.

Durante à noite, Valérie comentou a separação através de sua conta no Twitter, onde ela expressou toda sua “gratidão” ao “extraordinário pessoal do Eliseu”, em referência ao Palácio do Eliseu, sede da presidência francesa. Ela acrescentou: “Eu não esquecerei jamais sua dedicação nem a emoção no momento da saída”.

A separação foi anunciada duas semanas após a revelação pela revista de celebridades Closer de uma relação amorosa do presidente francês com a atriz Julie Gayet, de 41 anos. A divulgação do caso provocou uma “crise emocional” em Valérie Trierweiler que ficou internada durante uma semana em um hospital de Paris. Depois, ela  se instalou em uma residência presidencial, a La Lanterne, que fica perto do Palácio de Versalhes.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI