França/desemprego

França registra novo recorde de desemprego

O primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault
O primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault AFP PHOTO / FRANK PERRY

A França registrou um número recorde de desempregados em 2013, anunciou nesta segunda-feira o Ministério do Trabalho. O país conta atualmente com 3,3 milhões de pessoas sem trabalho, um novo golpe para o governo do presidente François Hollande, cada vez mais impopular.

Publicidade

De acordo com o Ministério, só no mês de dezembro foi registrado um aumento de 10 200 pessoas em busca de trabalho.

Somando essa alta ao número de desempregados que exercem atividades ocasionais, o número de inscritos no Pôle Emploi, o organismo francês responsável pela reinserção no mercado de trabalho, chegou a 4,89 milhões de pessoas no final de 2013.

Em 2013, o Pôle Emploi registrou 5,7% inscrições a mais, o equivalente a 177.800 pessoas. Mas mesmo se o índice continua alto, ele diminuiu em relação a 2012, quando foi registrado um aumento de 10%.

Na Turquia, onde está em visita oficial, o presidente francês François Hollande considerou positiva a estabilização anual do índice de desemprego, mas reconheceu que isso era "insuficiente."

O governo tem adotado diversas medidas para a criação de novas vagas, uma das principais promessas de campanha de Hollande.

O chefe de estado propôs um pacto de responsabilidade às empresas, propondo a abertura de novas vagas em troca de subvenções fiscais que totalizam 30 bilhões de euros até 2017.

Com a estagnação do crescimento econômico, estimada em 1% em 2014, os economistas apostam em uma taxa de 10,6% até junho, cerca de 1 ponto a mais do que atualmente.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI