Acesso ao principal conteúdo
França/ eutanásia

Quase 90% dos franceses são a favor da eutanásia, proibida no país

Eutanásia provoca polêmica na França nos últimos dias, com dois casos julgados pela Justiça.
Eutanásia provoca polêmica na França nos últimos dias, com dois casos julgados pela Justiça. REUTERS/Enrique Castro-Mendivil
Texto por: RFI
1 min

Uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (26) mostrou que 89% dos franceses são a favor da legalização da eutanásia. O tema tem causado polêmica no país nos últimos dias, depois que um médico que abreviou a vida de pacientes terminais foi inocentado, pela justiça, da acusação de ser o responsável pelo envenenamento de sete idosos.

Publicidade

A pesquisa do instituto BVA ocorreu logo após o veredicto, nesta quarta-feira. Entre os franceses com mais de 65 anos, quase a totalidade dos entrevistados (98%) deseja uma lei pró-eutanásia. O resultado favorável a um fim de vida digno para pacientes terminais não é novidade. Há 20 anos, as pesquisas já apontavam essa tendência.

Para algumas famílias, o assunto continua tabu. Na terça-feira, a Corte Europeia dos Direitos Humanos (CEDH) suspendeu uma decisão administrativa francesa, que autorizava a mulher de um paciente de 38 anos, em estado vegetativo irreversível desde 2008, a suspender os tratamentos artificiais que o mantém em vida. A Corte Europeia foi acionada pelos pais do doente, que não admitem a eutanásia.

A legalização da eutanásia foi uma promessa de campanha do presidente francês, François Hollande. O socialista quer aprovar uma lei até o final do mandato, em 2017. Mas depois dos intensos protestos contra o casamento gay, Hollande prefere dar tempo ao debate.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.