França

Contra poluição visual, prefeito francês troca painéis publicitários por árvores

Simulação de ruas de Grenoble sem os painéis publicitários.
Simulação de ruas de Grenoble sem os painéis publicitários. Montagem/RFI

Grenoble, no sudeste da França, vai ser a primeira grande cidade européia a banir os painéis publicitários nas ruas. O prefeito ecologista, Eric Piolle, anunciou a medida para cumprir uma promessa de campanha.

Publicidade

Grenoble vai substituir os painéis publicitários por árvores. A cidade, situada aos pés dos Alpes, é conhecida por ter uma qualidade do ar ruim. Segundo o prefeito, entre janeiro e abril de 2015, 326 painéis publicitários serão retirados pelo fabricante JCDecaux. No total, quase 2 mil metros quadrados de publicidade vão desaparecer definitivamente do espaço público.

Lucille Lheureux, subprefeita encarregada de espaços públicos, disse que a publicidade terá um espaço bem menor e vai privilegiar os comerciantes locais em detrimento dos grandes grupos. “Os primeiros painéis foram instalados em Grenoble em 1976. Esse é um modelo obsoleto que não atende mais às expectativas dos habitantes que querem se apropriar do espaço público”, declarou Lheureux. Apenas os cartazes publicitários acoplados aos pontos de ônibus serão mantidos. O contrato entre a empresa de publicidade e o sindicato dos transportes vai até 2019.

Segundo a JCDecaux, a não renovação do contrato vai significar a perda de receita de € 600 mil euros por ano pelos próximos 10 anos. Para Albert Asseraf, diretor de Marketing da empresa, a decisão do prefeito também “vai privar a cidade dos serviços de informação da Prefeitura, mais da metade dos painéis era dedicada a isso”, afirmou.

A prefeitura de Grenoble, porém, discorda desses dados. “Por causa da concorrência com a internet, as receitas da publicidade despencaram. (...) A receita da Prefeituta com a renovação seria de apenas € 150 mil [por ano]”. Lucille Lheureux explicou que essa perda de receita já estava prevista no orçamento do município.

São Paulo é pioneira no controle da propaganda

São Paulo decidiu, em 2007, proibir a publicidade agressiva em outdoors e muros da cidade. Em 2012, a prefeitura recuou na decisão de banir a publicidade e chegou a um acordo com a JCDecaux e instalou mil relógios com termômetros que também indicam a hora e informações municipais.

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI