França/Epidemia

França atravessa epidemia de gripe e de gastroenterite

Epidemias de gripe e de gastroenterite atingem nível de epidemia na França na primeira semana do ano.
Epidemias de gripe e de gastroenterite atingem nível de epidemia na França na primeira semana do ano. Getty Images/B2M Productions

A gripe e a gastrenterite atingiram um nível de contaminação epidêmica na França. O alerta foi feito nesta terça-feira (6) pelo Irsan, que é uma base de dados de médicos que atendem pacientes em domicílio. O pico da epidemia de gripe coincide com a greve dos médicos na França. Grande parte da categoria de médicos de clínicos gerais cruzou os braços nesta terça-feira (6). 

Publicidade

A evolução do número episódios de gripe e de gastroenterite tem sido rápida nos últimos dias. Na semana passada, os casos de gripe chegaram a 157 para cada 100 mil pessoas. Na França, a gripe é considerada epidêmica quando a proporção é de 121 casos/100 mil pessoas.

Em relação à gastroenterite, a proporção chegou a 332 casos por 100 mil habitantes nesta segunda-feira (5), com uma concentração elevada de casos em Perpignan, Ajaccio, Nice, Lorient, Troyes, Mulhouse, Amiens, Nîmes, Toulouse e em Paris.

Greve dos médicos

O pico da epidemia de gripe coincide com a greve dos médicos na França. Grande parte da categoria de médicos generalistas, também conhecidos como clínicos gerais, cruzou os braços mais uma vez nesta terça-feira para protestar contra mudanças no sistema de pagamento de consultas.

Atualmente, as consultas são pagas pelos pacientes diretamente aos médicos. O governo pretende modificar esse sistema fazendo com que os pacientes não desembolsem nada no ato, o que faria com que os médicos só recebessem ao final de cada mês. A tarifa básica para os generalistas é de € 23 euros (R$ 73).

Governo francês lança campanha de prevenção

Diante da greve dos médicos e do avanço rápido da epidemia, as autoridades sanitárias francesas têm divulgado medidas de prevenção, já que tanto a gripe quanto a gastroenterite são altamente contagiosas. Entre elas as medidas de prevenção simples, porém eficazes, estão lavar as mãos com frequência e evitar abraços ou beijos em pessoas doentes.

Para as pessoas já contaminadas, a recomendação é descanso, hidratação e alimentação à base de arroz para os casos de gastroenterite. Contra a gripe, os médicos aconselham o consumo de água e remédios para a febre, com exceção da aspirina.

 

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI