França/Terrorismo

Sobreviventes do Charlie Hebdo se reúnem para preparar próxima edição do jornal

A imprensa francesa e o governo estão mobilizados para garantirem a sobrevivência do Charlie Hebdo.
A imprensa francesa e o governo estão mobilizados para garantirem a sobrevivência do Charlie Hebdo. REUTERS/Srdjan Zivulovic

A partir desta sexta-feira (9), a equipe de sobreviventes do Charlie Hebdo começa a trabalhar no próximo número do jornal que chegará à banca na próxima quarta-feira. Jornalistas e caricaturistas vão ocupar provisoriamente um espaço na sede do jornal Libération.

Publicidade

“Vamos continuar”, disse hoje o primeiro-ministro, Manuel Valls, ao visitar a equipe de 15 jornalistas e cartunistas instalada na redação do Libération. “Quiseram matar a liberdade de imprensa, os talentos dos cartunistas e apagar as suas vozes e a sua luz”, declarou Valls. “Mas a resposta mais forte é dizer que vamos continuar, porque somos todos Charlie”.

O primeiro-ministro foi à redação do Libération acompanhado pela ministra da Cultura, Fleur Pellerin. Valls agradeceu ao jornal pelo gesto de solidariedade que fará com que o Charlie Hebdo possa circular na semana que vem e nas próximas semanas.

Os chargistas Luz e Willem, o colunista Patrick Pelloux, o repórter Laurent Léger e outros membros da equipe chegaram às 11h da manhã, em Paris, 8h em Brasília, à sede do Libération. Segundo uma jornalista que participou dessa reunião, todos choraram. Essa foi a primeira vez que eles conseguiram se encontrar após a tragédia de quarta-feira.

“Falamos sobre os feridos, sobre os enterros que estão sendo preparados”, disse Willem. "Toda a força que nos sobrou, vamos colocá-la nesse número de oito páginas”, falou o advogado do jornal, Richard Malka.

A ministra da Cultura anunciou ontem que o Estado deve desbloquear “com urgência” uma ajuda de € 1 milhão para assegurar o futuro do jornal.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI