Acesso ao principal conteúdo
França/DSK

Depoimento de Strauss-Kahn chega ao fim e sentença será proferida em junho

Henri Leclerc (centro), Frederique Beaulieu (à direita) e Richard Malka (à esquerda), advogados de defesa de Dominique Strauss-Kahn.
Henri Leclerc (centro), Frederique Beaulieu (à direita) e Richard Malka (à esquerda), advogados de defesa de Dominique Strauss-Kahn. REUTERS/Pascal Rossignol
Texto por: RFI
2 min

Após três semanas de audiências, terminou nesta sexta-feira (20), em Lille, o depoimento do ex-diretor-gerente do FMI Dominique Strauss-Kahn e de outros 13 réus acusados de proxenetismo, ou seja, exploração da prostituição. O julgamento de todos eles foi marcado para o dia 12 de junho, mas DSK deverá ser absolvido, após a promotoria pedir a sua liberação.

Publicidade

Na terça-feira, a promotoria havia pedido a absolvição "pura e simples" do ex-chefe do FMI por falta de provas. O promotor Frédéric Fèvre declarou que o economista não cometeu nenhuma infração penal e lamentou que a reputação de Strauss-Kahn tenha servido como argumento de "presunção de culpa".

Os advogados de defesa dos amigos de Strauss-Kahn tentaram, na quinta-feira, demonstrar que eles seriam apenas "clientes" da prostituição e não criminosos, como sustenta a acusação.

Ao longo do processo, os juízes que fundamentaram o caso foram criticados por terem "carregado" na acusação de "proxenetismo com agravante de grupo organizado", principalmente no caso de Strauss-Kahn. O ex-diretor do FMI não negou ter participado das orgias sexuais relatadas por várias mulheres no tribunal, mas insistiu que não tinha conhecimento de que mantinha relações com prostitutas.

“Esta audiências foram a primeira vez em todo o processo em que eu pude me exprimir e que eu tive a sensação de ser escutado. Eu lhes agradeço”, afirmou DSK à corte, em suas palavras finais.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.