França / Egipto

Voo MS 804 : França e Egipto colaboram nas investigações

Avião da Egyptair
Avião da Egyptair DR

São ainda desconhecidas as causas da queda do Airbus da Egyptair, na noite passada no Mar Mediterrâneo, mas as autoridades egípcias pensam que poderá ter sido devido a um atentado. O aparelho descolou de Paris  às 23h20, hora local, com destino ao Cairo, com 66 pessoas a bordo, entre as quais 30 egípcios e 15 franceses, e desapareceu súbitamente dos radares, a poucas milhas da costa egípcia.

Publicidade

O Presidente François Hollande reagiu imediatamente a este acidente, afirmando, desde logo, que as autoridades francesas, em parceria com as autoridades egípcias, farão tudo ajudar as famílias das vítimas, e descobrir as causas da queda do aparelho.

Declaração de François Hollande

 

Paulo Alexandre Ramos de Figueira Soares, antigo Comandante, é actualmente Director do Aérodromo de Viseu, e não descarta a hipótese dum atentado, pois - segundo ele - apesar do aumento da segurança nos aeroportos europeus, muitos aviões entram e saem desse espaço, onde a capacidade de segurança é muito menor.

Po outro lado, estima que os terroristas têm sempre uma jogada de avanço em relação ao resto do Mundo, o que torna muito difícil combatê-los.

 

 

Entrevista de Paulo Alexandre Figueiredo dos Santos

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI