Acesso ao principal conteúdo
FRANÇA

França: autor do atentado de Nice foi formalmente identificado

Peritos prosseguem investigação em torno do camião na origem da carnificina em Nice a 14 de Julho de 2016.
Peritos prosseguem investigação em torno do camião na origem da carnificina em Nice a 14 de Julho de 2016. Reuters/Eric Gaillard

O homem que atropelou mortalmente pelo menos 84 pessoas na noite passada em Nice foi formalmente identificado pelas autoridades francesas. Os seus documentos de identidade foram encontrados no camião que ele alugara. Trata-se de um cidadão tunisino de 31 anos, na posse de uma autorização de residência em França.

Publicidade

Mohmaed Lahouaiej Bouhlel é oriundo de Msaken, perto de Sousse, cidade balnear do centro da Tunísia.

Ele era casado e pai de três filhos.

Não obstante ser conhecido das autoridades por actos de delinquência com armas ele não constava dos ficheiros S em França que reúnem informações sobre indivíduos tidos como perigosos para a segurança pública.

Na Tunísia ele também não era conhecido por qualquer militantismo no islamismo radical.

Os vizinhos em Nice descrevem-no como um homem "solitário" e "silencioso".

Mohamed Bouhlel vestia-se frequentemente de calções e não tinha aspecto de pessoa religiosa, segundo os relatos dos habitantes do prédio de quatro andares onde ele residia no leste de Nice.

Várias informações apresentam-no como sendo camionista de veículos pesados.

O homem em causa semeou o horror em Nice após lançar um camião sobre a multidão que se concentrara na marginal daquela importante cidade turística do sul de França, após o tradicional espectáculo pirotécnico do dia da França, que ontem se assinalava.

Ele atropelou mortalmente pelo menos 84 pessoas, 18 outras estão com ferimentos extremamente graves nos hospitais da região. Há por exemplo a morte de uma caboverdiana, Ludi Gomes, enquanto o seu irmão de 13 que estava com ela está desaparecido.

A RFI, entrevistou esta tarde, José "Zézinho" Gonçalves, caboverdiano há mais de 20 anos em Nice, onde foi dirigente desportivo e organizador de eventos culturais, que nos contou a sua chegada ontem à noite ao local do atentado, a famosa Promenade des Anglais e o que viu, nomeadamente, alguns corpos cobertos com lençóis, sublinhando que o perigo está em todo o lado.

José "Zézinho" Gonçalves, ex-dirigente desportivo residente em Nice

De acordo com o canal de televisão francês i-télé o motorista do camião tinha sido condenado em Março passado a uma pena de prisão suspensa por uma discussão à margem de um acidente rodoviário.

Até à data da condenação ele fora sujeito a um controlo judicial.

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.