Revista de Imprensa

Imigração em França, Síria e África do futuro

Áudio 04:34
Primeiras páginas dos jornais franceses de 24 de outubro de 2016
Primeiras páginas dos jornais franceses de 24 de outubro de 2016 RFI

A imigração, migração e bairros de lata de Calais, no norte, de França, dominam as primeiras páginas dos jornais franceses, que no internacional, destacam a guerra na Síria ou futuro da África, debatido em Dacar.Evacuação da selva, os riscos do directo, titula LIBÉRATION, que afirma que o desmantelamento do bairro de lata em três dias, sob os holofotes de câmaras de televisão do mundo inteiro, expõe o estado a derrapagens filmadas. Este bairro de lata nos arredores de Calais, no norte da França recebe há mais de 20 anos, entre 6 mil a 8 mil imigrantes e a maioria deles chegou ao território francês, com intenções de seguir para o Reino Unido, nota LIBÉRATION. Calais, após a evacuação, as interrogações, é o principal titulo do jornal LE FIGARO, a sublinhar que o desmantelamento da chamada selva do bairro de lata, de Calais, vai provocar a deslocação de milhares de migrantes para centros de acolhimento em toda a França, suscitandodo reticências de certas comunas.Para LE MONDE, as primeiras partidas começaram hoje e começou o desmantalemento, para sublinhar que é uma nova vida de incertezas para esses imigrantes.Mas o principal destaque deste vespertino, é a análise do discurso político de Marine Le Pen, que continua profundamente de extrema direita. Sobre a imigração, ela não fala no inimigo interno mas a referência a muçulmanos é implícita. Contra a diluição da identidade francesa, a Frente nacional, defende uma concepção orgânica da nação, unida por laços invisíveis e não à adesão a valores comuns, com Marine Le Pen a sublinhar que não haverá identidade sem soberania, nota LE MONDE.No internacional, LE MONDE refere-se à Rússia, que espera uma vitória rápida em Alepo , na Síria. Moscovo receia que a ofensiva dos ocidentais contra o estado islâmico em Mossul, realce as suas próprias dificuldades em tomar o feudo dos rebeldes na Síria.Enfim, em relação à  África, um suplemento especial dovespertino,  LE MONDE, sobre um fórum de educação e os grandes desafios naquele continente, nos dias 27 e 28, em Dacar, Senegal, onde intelectuais e especialistas de várias áreas vão debater, formação, emprego, inovação, desenvolvimento, engenharia e liderança.