Acesso ao principal conteúdo
França

Direita elege hoje candidato às presidenciais em França

François Fillon e Alain Juppé, disputam este domingo, 28 de novembro nas urnas , o lugar de candidato da direita às presidenciais em França
François Fillon e Alain Juppé, disputam este domingo, 28 de novembro nas urnas , o lugar de candidato da direita às presidenciais em França REUTERS/Eric Feferberg/Pool
Texto por: João Matos
7 min

Segunda volta das primárias este domingo entre Alain Juppé e François Fillon para a eleição do candidato da direita e do centro às presidenciais de 2017, em França.

Publicidade

Os eleitores já estão a votar, este domingo, 27 de novembro, na segunda volta das primárias da direita e do centro, para a escolha do seu candidato, entre os dois finalistas, François Fillon e Alain Juppé, às presidenciais de 2017, em França.

Nas duas últimas semanas, e nos dois últimos debates, na televisão, o antigo primeiro-ministro, François Fillon, surgiu como o favorito, enquanto Alain Juppé, ele também, antigo primeiro-ministro, perdeu terreno, após ter liderado durante meses a campanha entre os 7 candidatos.

Com efeito, uma vez mais, os eleitores apanharam de surpresa os jornalistas, políticos e especialistas de sondagens, ao colocarem François Fillon, a liderar na primeira volta destas primárias, com 44,7% dos votos, enquanto Juppé, ficava pelos 28,6% e o antigo Presidente, Sarkozy e restantes 5 candidatos eram eliminados.

Mas, porque nestas coisas, é o povo a decidir nas urnas, esta manhã, ao votar em Paris, o favorito da primeira volta, François Fillon, declarou, "esperar pelo veredicto dos eleitores, pois são eles que falam e não o candidato."

François Fillon após votar em Paris nas primárias para presidencial em França

Quase ao mesmo tempo, Alain Juppé, votava em Bordéus, onde é eleito e presidente da câmara municipal, declarando aos jornalistas, não lamentar, mas que tinha sido alvo duma "campanha abominável".

"É ignóbil ser tratado de antisemita e de salafista", sublinhou Alain Juppé, numa alusão a ataques lançados contra a sua pessoa nos últimos meses, nomeadamente, nas redes sociais e plataformas ligadas ao que chamou de "fascistosfera".

Juppé, afirmou ainda ter feito uma boa campanha e defendido as suas ideias e acreditar que tudo vai terminar bem esta noite.

Alain Juppé, em declarações à imprensa após votar nas primárias

As cerca de 10.000 assembleias de voto encerram as suas portas às 19 horas e os dois candidatos e apoiantes esperam que haja uma forte participação, como aconteceu há uma semana, durante a primeira volta, em que 4,3 miliões de pessoas votaram, um número superior às primárias da esquerda, em 2011, que tiveram uma participação de 2,7 milhões de eleitores.

Assim, estas primárias inéditas na história da direita francesa, já é saudada como um grande êxito democrático" pelo presidente interino dos Republicanos, Laurent Wauquiez, que reconheceu que entre as duas voltas houve "momentos de tensão".

O candidato que for eleito esta noite, entre François Fillon e Alain Juppé, terá pois uma grande responsabilidade na reunificação do partido, e fazer um gesto forte em relação ao perdedor e aos eleitores que votaram no antigo Presidente Sarkozy, que com apenas 20,7 por cento na primeira volta, anunciou a sua retirada definitiva da vida política francesa.

Sarkozy, declarou ainda, apoiar Fillon, que tem uma política mais dura e que se aproxima das suas ideias políticas, enquanto Juppé, defende ideias duma direita mais moderada e centrista.

Juppé, que do seu lado, recebeu os apoios de dois candidatos, Jean-François Copé, que obteve na primeira volta 0,3% e de Nathalie Kosciusko-Morizet, que obteve 2,6 dos votos expressos.

Enfim, as sondagens, que não anteciparam a vitória de Fillon na primeira volta, mesmo assim, aventuraram-se, nos seus prognósticos, com a Opinionway, a dar ao mesmo Fillon, a ganhar, esta segunda volta, com 61% dis votos, enquanto, Alain Juppé, ficaria pelos 39%.

A ver vamos, até às 20 horas e 30 de Paris, quando começarem a sair as primeiras projecções, com base nos votos expressos pelos eleitores.

João Matos sobre Primárias da direita em França

 

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.