Cabo Verde

"Cabo Verde & a Música" apresentado em Paris

Livro "Cabo Verde & a Música"
Livro "Cabo Verde & a Música"

“Cabo Verde e a Música – Dicionário de Personagens” da  autoria da investigadora e jornalista brasileira Gláucia Nogueira, foi apresentado ontem em Paris na livraria portuguesa e brasileira.

Publicidade

O Dicionário é o resultado de cerca de 20 anos de investigação sobre aquela que é considerada a arte mais prolixa e representativa de Cabo Verde: a música.

Como indica o título "é um dicionário de personagens; pessoas ou grupos musicais. Essas pessoas dividem-se em compositores, cantores, cantoras, professores, construtores de instrumentos, produtores musicais, ou seja, todos os que desempenham um papel na produção de música cabo-verdiana", explicou a autora Gláucia Nogueira.

A obra conta com cerca de 800 páginas pelas quais percorremos para conhecer cerca de 150 anos de música cabo-verdiana. Ao todo são 964 personagens e grupos reunidos para contar a evolução histórica e da natureza da música deste arquipélago.

Para a escritora Gláucia Nogueira a "ligação que os cabo-verdianos que estão fora de Cabo Verde têm com a sua terra natal é sempre através da cultura seja a culinária, ou outras práticas e a música é um ícone incontornável"

Na maior parte dos países africanos de língua portuguesa não existe uma extensa documentação sobre música. No caso de Cabo Verde, o trabalho de Gláucia Nogueira foi de criar uma teia para dar a conhecer a história da música cabo-verdiana.
 

Autora do livro Cabo Verde e a música, Glaúcia Nogueira

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI