Acesso ao principal conteúdo
França/Setor Imobiliário

Preço do metro quadrado em Paris bate recorde histórico

Para os jovens e a classe média em geral, comprar um imóvel em Paris tornou-se uma missão quase impossível.
Para os jovens e a classe média em geral, comprar um imóvel em Paris tornou-se uma missão quase impossível. Flickr/ CG94 photos
Texto por: RFI
2 min

O mercado imobiliário da capital francesa parece não conhecer a palavra "crise". O preço do metro quadrado em Paris ultrapassou a marca de 6.600 euros, um novo recorde histórico.  

Publicidade

Comprar um apartamento na cidade mais visitada do mundo nunca foi tão caro. Em média, o metro quadrado em Paris custa hoje 6.680 euros, cerca de 14 mil reais. Um aumento de quase 10 % em relação aos preços praticados há um ano. Atualmente, o bairro mais caro de Paris é o 6º arrondissement, conhecido por seus cafés e e as boutiques de Saint-Germain-des-Prés, na margem esquerda do rio Sena, onde o metro quadrado custa cerca de 22 mil reais.

Economistas franceses apontam as baixas taxas de juros e a tradicional lei da oferta e da procura como as principais razões para o aumento dos preços. Na capital francesa, a oferta é local e a procura mundial, ou seja, um em cada três proprietários de imóveis em Paris não moram na França.

Hoje, dependendo do bairro, o número de compradores varia de cinco a dez para cada imóvel à venda. Com um périmetro urbano dez vez menor do que o da cidade do Rio de Janeiro, Paris não tem mais para onde crescer. Consequência: a classe média francesa tem se dirigido cada vez mais para a periferia da cidade.

Apesar desse aumento, o preço médio do imóvel em Paris ainda é mais barato do que em Londres. A capital inglesa segue no topo da lista, com o metro quadrado custando em média 24 mil reais.

Com a colaboração de João Alencar.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.