Irã/ Imprensa

Sem explicações, chefe da agência de notícias é expulso do Irã

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, vem endurecendo o cero à imprensa no país.
O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, vem endurecendo o cero à imprensa no país. AFP/Atta Kenare

O Irã expulsou do país, nesta sexta-feira, o diretor de redação da agência de notícias France Presse (AFP) em Teerã, Jay Deshmukh. Não houve uma explicação oficial para a expulsão. O jornalista e outros dez correspondentes da imprensa estrangeira tiveram suas autorizações para trabalhar no país confiscadas no dia 15 de fevereiro, um dia depois de o Irã voltar a registrar protestos significativos da oposição contra o governo de Mahmoud Ahmadinejad.

Publicidade

O presidente da AFP em Paris, Emmanuel Hoog, protestou contra a expulsão junto às autoridades iranianas em Teerã e em Paris.

“A AFP é particularmente ligada a uma cobertura jornalística rigorosa e equilibrada dos acontecimentos no Irã, como em qualquer lugar do mundo”, disse Hoog, antes de defender a competência de Deshmukh no exercício das suas funções.

Indiano, Deshmukh estava na capital irania desde janeiro de 2009. O ministério francês das Relações Exteriores lamentou a expulsão. “Esta decisão lamentável das autoridades iranianas traduz uma nova deterioração das condições de trabalho dos jornalistas no Irã”, declarou Bernard Valero, porta-voz no ministério.

A imprensa é alvo de uma repressão severa no país desde a reeleição controversa do presidente Ahmadinejad, em junho de 2009. Dezenas de jornalistas já perderam o direito de atuar desde então. As eleições foram marcadas por violentas manifestações populares, que afundaram o Irã em uma das maiores crises políticas de sua história recente. Centenas de manifestantes e jornalistas foram presos, e ao menos 40 deles permanecem detidos até hoje.

Novas regras para a cobertura jornalística também foram impostas, como a proibição de os profissionais acompanharem protestos públicos.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI