Imprensa

Política domina imprensa francesa deste sábado

 As manchetes dos jornais de hoje falam da França, seja na política internacional ou na política interna.  

Publicidade

"Como a França articula o jogo", é o título do diário Le Figaro, de direita, que tenta explicar porque o presidente Nicolas Sarkozy vem se envolvendo na cena internacional, da Líbia à Costa do Marfim, passando pelo Afeganistão e por uma visita de solidariedade ao Japão, sem falar na presidência do G20 e da próxima cúpula do G8 na estação balneária francesa de Deauville. Le Figaro diz que esta onipresença internacional vai se concretizar por outros projetos ainda e tenta convencer os leitores que estas iniciativas do presidente têm o objetivo de fazer com que os franceses tenham orgulho de seu país.

O tablóide popular Le Parisien destaca o apelo do primeiro-ministro François Fillon, em nome da unidade do partido do governo, o UMP. O apelo tem um motivo, ontem o ex-ministro da Ecologia, Jean Louis Borloo, que tem uma longa carreira política e não esconde sua tendência centrista, anunciou que deixava o partido, já de olhos nas presidenciais de 2012, direção que quer tomar.

E é justamente com isso que Libération, de esquerda, brinca em sua primeira página, com uma coroa de flores para o UMP, partido do poder, com a data 2002-2011. O jornal anuncia a morte prematura do partido de Sarkozy e prevê uma batalha radical dos centristas nas futuras eleições.Uma pesquisa também é publicada, apontando que 30% dos franceses gostariam que Jean-Louis Borloo fôsse candidato às presidenciais.

A política francesa está fervilhando, ainda mais com a ascensão do partido de extrema-direita Frente Nacional, com a radical Marine Le Pen na presidência. Libération publica as prioridades do partido, como abandono do euro como moeda." A zona euro é a zona econômica mais absurda do mundo, isolada em uma política econômica que a afasta do crescimento mundial", cita a líder da Frente Nacional francesa, Marine Le Pen.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI