Naufrágio/Itália

Sobe para onze o número de mortos no naufrágio do Costa Concordia

Equipe de resgaste trabalha nesta terça-feira usando explosivos controlados ao lado do Costa Concordia. Cinco novos corpos foram encontrados.
Equipe de resgaste trabalha nesta terça-feira usando explosivos controlados ao lado do Costa Concordia. Cinco novos corpos foram encontrados. REUTERS/Max Rossi

Os mergulhadores da guarda costeira italiana anunciaram que mais cinco corpos foram encontrados dentro do navio Costa Concordia. A descoberta dos cadáveres eleva para onze o número de mortos no naufrágio no litoral da Toscana. As vítimas fatais estavam na parte submersa da traseira do barco.

Publicidade

Segundo Cristiano Pellegrini, porta-voz da cidade de Giglio, os cinco corpos estavam na popa (parte traseira do barco), que continua submersa. Ele não informou se as novas vítimas fatais eram passageiros ou tripulantes. “As cinco pessoas são uma mulher e quatro homens. Eles tem entre 50 e 60 anos de idade, usavam coletes salva-vidas e podem ser passageiros, mas não temos certeza”, indicou Filippo Marini, porta-voz da guarda costeira. De acordo com o último balanço, 24 pessoas continuam desaparecidas.

Nesta terça-feira os mergulhadores começaram a usar explosivos para acelerar as buscas na carcaça do Costa Concordia. Mais de metade do navio está submersa às margens da ilha de Giglio.

O barco, que partiu de Civitavecchia, perto de Roma, na última sexta-feira, realizava um cruzeiro no mar Mediterrâneo quando colidiu com um rochedo a cerca de 500 metros da ilha, antes de encalhar a menos de 50 metros da terra firme. Das 4.229 pessoas a bordo, 3.200 eram turistas de 60 nacionalidades e mais de 1.000 eram tripulantes, de 40 nacionalidades diferentes; 46 brasileiros estavam no navio.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI