Paquistão/Malala

Petição lança nome de Malala para Nobel da Paz

Malala em foto divulgada pelo Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, na quinta-feira, 8 de novembro.
Malala em foto divulgada pelo Hospital Queen Elizabeth, em Birmingham, na quinta-feira, 8 de novembro. Reuters/Hospital Queen Elizabeth

Uma petição internacional foi lançada para propor o nome da adolescente paquistanesa Malala, baleada por talibãs, para o prêmio Nobel da Paz. A jovem foi alvo dos extremistas por causa de um blog em que ela defendia o acesso de meninas à escolarização. Malala está sendo tratada na Inglaterra.

Publicidade

A petição foi lançada pelo site change.org, no Canadá. Mais de 60 mil pessoas já assinaram a lista no mundo todo. As indicações para o Nobel terminam em fevereiro.

“Malala não é apenas uma jovem, ela fala em nome de todas as meninas que não podem ir à escola por serem do sexo feminino”, declarou Shahida Choudhary, que faz campanha no Reino Unido para pressionar o primeiro-ministro David Cameron e altos responsáveis políticos para que recomendem o nome de Malala para o comitê do Nobel. “Se o prêmio da Paz for dado a Malala, isso vai ser uma mensagem clara de que o mundo apoia os que defendem o direito de todos à educação”.

Malala foi ferida a bala no último dia 9 de outubro em Mingora, no noroeste do Paquistão, por homens armados que pararam um ônibus escolar no qual ela viajava. O ataque foi reivindicado por insurgentes do Movimento dos Talibãs do Paquistão, ligado à rede Al-Qaida.

A adolescente, atingida no ombro e na cabeça, foi transferida no dia 15 de outubro para o hospital Rainha Elizabeth, em Bermingham, um estabelecimento especializado no tratamento de soldados britânicos feridos no Afeganistão.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI