Acesso ao principal conteúdo
Israel/Hamas

Egito tenta negociar trégua, mas ofensiva entre Israel e Hamas continua

O corpo de uma criança é retirado dos escombros de uma casa em Gaza, após ataque israelense.
O corpo de uma criança é retirado dos escombros de uma casa em Gaza, após ataque israelense. REUTERS/Ahmed Zakot
2 min

No quinto dia da ofensiva israelense "Pilar Defensivo" contra o Hamas, pelo menos 20 palestinos, a maioria mulheres e crianças, foram mortos neste domingo durante ataques aéreos israelenses na Faixa de Gaza, segundo os serviços de saúde do território palestino governado pelo Hamas. O chanceler francês, Laurent Fabius, está na região para tentar um cessar-fogo.

Publicidade

Em um dos ataques, no bairro de Nasser, um imóvel de três andares foi destruído, matando nove pessoas, sendo que sete de uma mesma família (três mulheres e quatro crianças).  Desde o início da operação israelense “Pilar Defensivo”, há cinco dias, com o assassinato de Ahmad Jaabari, chefe de operações militares do Hamas, pelo menos 67 pessoas já morreram, 64 delas palestinas.

O ministro francês das Relações Exteriores, Laurent Fabius, tem encontro marcado com várias autoridades israelenses e palestinas para tentar um cessar-fogo. “A guerra deve ser evitada e pode ser evitada”, disse Fabius. “O presidente François Hollande me pediu para vir aqui porque a situação é de emergência”. 

O ministro israelense das Relações Exteriores, Avigdor Lieberman, declarou que o Estado hebreu consideraria um cessar-fogo à condição de que os grupos armados de Gaza parem com os ataques contra o território israelense. Já o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu declarou pronto para “ampliar significativamente” a operação “Pilar Defensivo”. 

Segundo fontes do governo egípcio, um enviado israelense chegou neste domingo ao Cairo, para negociar uma trégua no conflito que entra no quinto dia entre o exército hebreu e os grupos armados da Faixa de Gaza. 

Fontes do Hamas qualificaram de “positivas” as negociações com Israel dirigidas pelo Egito. O grupo palestino exige um fim “às agressões e assassinatos”, além do fim do bloqueio imposto por Israel a Gaza desde 2007, quando o movimento islâmico venceu as eleições na região. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.