Imprensa

Mercado de trabalho no Brasil é de dar inveja a Europa, diz La Croix

Cursos noturnos para adultos.
Cursos noturnos para adultos. Flickr/

No momento em que a França busca caminhos para combater o desemprego e dinamizar sua economia, o jornal La Croix publica uma extensa reportagem sobre o mercado de trabalho aquecido no Brasil. A reportagem feita no Estado de São Paulo pode inspirar franceses a se lançar na aventura.

Publicidade

Segundo o jornal, para responder à forte demanda de pessoal qualificado, o Brasil tem investido na formação contínua dos trabalhadores, inclusive com o retorno aos bancos da escola daqueles que abandonaram os estudos antes da hora para trabalhar.

Os cursos noturnos nas universidades privadas e os cursos por correspondência tentam combater o "analfabetismo digital", formar engenheiros, profissionais de recursos humanos, marketing, para os setores de turismo, saúde, siderurgia, contrução civil, telecomunicações etc., informa o La Croix.
A indústria brasileira, acrescenta o jornal, precisará contratar nos próximos três anos 7,2 milhões de trabalhadores capacitados.

Essa realidade tão comum no Brasil - trabalhar de dia e estudar à noite -, pode surpreender mais de um francês. Com um sistema de ensino mais exigente e de carga horária extensa, na França é praticamente impossível conciliar as duas atividades, somente cursos pontuais de especialização.

Em editorial, La Croix afirma que o Brasil enfrenta um enorme desafio nessa área. O país cresceu depressa demais e hoje carece de mão de obra qualificada para sedimentar esse desenvolvimento, a ponto de o governo estar estimulando o recrutamento de trabalhadores estrangeiros.

Esse dinamismo do mercado de trabalho brasileiro pode dar inveja aos europeus. O repórter do jornal cita o caso de Jundiaí, no interior de São Paulo, onde industriais desesperados com a falta de candidatos ao trabalho contrataram carros com megafone para circular pela cidade anunciando as ofertas de emprego.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI