Madame Figaro elogia criatividade dos artistas da 30ª Bienal de São Paulo

Capa da revista Madame Figaro com chamada de capa sobre a Bienal de São Paulo.
Capa da revista Madame Figaro com chamada de capa sobre a Bienal de São Paulo. http://madame.lefigaro.fr

A revista semanal Madame Figaro, que chegou nesta sexta-feira às bancas, publica uma extensa reportagem sobre a 30ª edição da Bienal de São Paulo. Exaltando a criatividade da arte contemporânea na cidade, apresentada como a capital econômica e cultural do Brasil, Madame Figaro elogia a ebulição do universo artístico no Brasil, "as ideias malucas dos artistas paulistas", que só podem vir, na opinião da revista, da mestiçagem brasileira.

Publicidade

Madame Figaro publica lindas imagens do prédio da Bienal no parque do Ibirapuera. Fala de São Paulo como de um ogro, de tão feia, "selva de cimento colorida pelos grafites nas fachadas dos edifícios". Os leitores podem admirar imagens como o sky line da avenida Paulista, a vida animada pelo chope nas calçadas, uma "dolce vita" típica da Vila Madalena, segundo Madame Figaro.

A revista francesa traz o perfil de alguns artistas e aspectos de suas obras: Sandra Mulliez, "paulista e parisiense, presente com uma instalação na Bienal e representante de artistas parisienses em São Paulo"; Thiago Rocha Pitta, "talentoso explorador de cores e materais naturais"; Artur Lescher, com uma obra influenciada pelo construtivismo russo e pela grande Lygia Clark.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI