Acesso ao principal conteúdo
Imprensa

Imprensa francesa dá adeus ao papa e comenta desafios da Igreja

Capa dos jornais franceses La Croix, Aujourd'hui en France e Le Monde desta quinta-feira, 28
Capa dos jornais franceses La Croix, Aujourd'hui en France e Le Monde desta quinta-feira, 28 RFI
Texto por: RFI
3 min

O adeus do papa Bento 16 está nas manchetes de hoje. O Le Monde publica um caderno especial sobre os desafios da Igreja Católica daqui para frente. O Aujourd'hui en France conta como será o último dia do papa no Vaticano. De maneira geral, a imprensa francesa sauda um papa corajoso, que renunciou ainda lúcido, reconhecendo que não foi fácil enfrentar os escândalos de corrupção, pedofilia e homossexualismo na Igreja.

Publicidade

As 20h em Roma, 17h em Brasília, Bento 16 se tornará o primeiro papa emérito da Igreja Católica, diz o Le Monde, assinalando que nem todas as lições dessa renúncia histórica foram analisadas. Le Monde afirma que Bento 16 apontou prioridades para a nova era que se abre: o próximo papa deve ter um perfil enérgico e ter capacidade de colocar um ponto final nas rivalidades e divisões da Igreja Católica, ávida de nova governança.

Os desafios que se apresentam são grandes: lidar com a pluralidade religiosa num mundo em que as transformações são rápidas, escreve o Le Monde, convencer a sociedade sobre o fundamento da família e da moral sexual tal como prega a instituição e angariar novos fiéis e sacerdotes, que têm abandonado a fé religiosa. A mídia e a opinião pública estarão de olho no próximo pontificado e vão exigir transparência da Igreja, diz o jornal.

Nas páginas internas do caderno especial de oito páginas do Le Monde, o jornal explica o funcionamento do conclave, uma eleição única no mundo, e aponta os papáveis. Dois cardeais italianos se destacam: Angelo Scola, 71 anos, arcebispo de Milão, político e profundo conhecedor da Cúria, e Gianfranco Ravasi, 64 anos, um dos melhores comunicadores da Cúria, segundo Le Monde. A disputa tem outros perfis bem marcantes: um cardeal reformista, um teólogo, um negro, um jovem, um conservador e o emergente Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo.

O jornal Aujourd'hui en France descreve como será o último dia de Bento 16 no Vaticano: oração matinal, missa, encontro com os cardeais da Cúria no final da manhã. Às 17h de Roma, 13h de Brasília, ele vai deixar o Vaticano de helicóptero com destino à casa de veraneio de Castel Gandolfo, onde dará o último adeus ao público da sacada. O papa ficará em Castel Gandolfo até o final de abril, para preservar o bom andamento do conclave e a posse de seu sucessor. Depois, informa o Aujourd'hui en France, Bento 16 retornará ao Vaticano, onde vai viver num monastério com quatro assistentes laicos e seu secretário Monsenhor Georg Ganswein.

O diário católico La Croix dá adeus a um homem livre. Na opinião do jornal, ao renunciar o papa demonstrou grande força e fé cristã, coerente com os princípios que ele sempre pregou, longe do carreirismo da Igreja.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.