Acesso ao principal conteúdo
Papa/Vaticano

Jorge Bergoglio, um jesuíta à frente do Vaticano

O novo papa é torcedor do San Lorenzo, time de futebol argentino fundado por um padre.
O novo papa é torcedor do San Lorenzo, time de futebol argentino fundado por um padre. REUTERS/San Lorenzo soccer club
Texto por: RFI
2 min

Ao escolher o argentino Jorge Mario Bergoglio como novo chefe da Igreja Católica, os cardeais apostaram em uma personalidade discreta e de tendência moderada. O 226° papa é o primeiro latino-americano da história, mas também o primeiro jesuíta à frente do Vaticano.

Publicidade

Austero, moderado e de tendência reformista. Esses são alguns dos adjetivos que qualificam Jorge Mario Bergoglio, o novo chefe da Igreja Católica. Aos 76 anos de idade, o discreto argentino nascido em Buenos Aires vem de uma família modesta de origem italiana. Após estudos de química e filosofia, ele integra, aos 22 anos de idade, a Companhia de Jesus, congregação religiosa dos jesuítas, fundada no século XVI. Sua carreira evolui rapidamente. Após se tornar padre aos 32 anos, ele é eleito responsável nacional dos jesuítas argentinos aos 36 anos, é nomeado bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires aos 56 anos e cardeal aos 65.

Homem de hábitos simples, o religioso continua usando transporte público e abriu mão de morar na luxuosa residência dos arcebispos de Buenos Aires. O novo papa também evita dar entrevistas mas é um leitor assíduo da imprensa. Fã de ópera e de Dostoïevski, Bergoglio também não esconde sua paixão pelo time de futebol San Lorenzo, uma equipe de Buenos Aires fundada por um religioso.

Quanto às suas convicções, o novo papa chegou a criticar os padres que recusavam batizar crianças nascidas fora do casamento religioso, qualificando os colegas de hipócricas. No entanto, ele foi contra a lei que legalizou o casamento gay na Argentina. 

Segundo rumores que circularam após o conclave de 2005, ele teria ficado na reta final para se tornar sumo pontífice no lugar de João Paulo II, mas foi derrotado por Joseph Ratzinger, que se tornou em seguida papa Bento 16.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.