EUA/casamento gay

Washington é palco de manifestações a favor e contra casamento homossexual

A Suprema Corte dos Estados Unidos debatem hoje e amanhã sobre a legalização do casamento homossexual.
A Suprema Corte dos Estados Unidos debatem hoje e amanhã sobre a legalização do casamento homossexual. REUTERS/Beck Diefenbach

Centenas de oponentes e partidários do casamento homossexual se manifestaram nesta terça-feira no centro de Washington. A Corte Suprema dos Estados Unidos está reunida nesta terça e quarta-feira para um debate histórico sobre a união de pessoas do mesmo sexo.

Publicidade

Centenas de pessoas, vestidas de vermelho, como pediram os integrantes da organização Respect for Marriage (respeito pelo casamento, em inglês), que reúne os partidários do casamento homossexual, concentraram-se em frente à Corte. “O casamento é um direito constitucional!”, gritavam os participantes, levando cartazes com mensagens como “igualdade pelo casamento” ou “tomem posição quanto ao casamento”.

Um dos participantes do protesto, Rob Reiner, diz que está confiante sobre a questão. “Nós temos a impressão que a igualdade em relação ao casamento não é mais questão. O importante agora é saber quando ela acontecerá”.

A algumas dezenas de metros da Corte Suprema, na esplanada do Congresso americano, se agloreraram os defensores do casamento tradicional, vestidos com camisetas estampadas com a bandeira dos Estados Unidos e muitos deles empurrando carrinhos de bebês.

Para a mãe de quatro crianças, Wendy Wagner, “a família é o pedestal da sociedade”. Já para o padre franciscano James Wartan, “se os juízes mudarem a nossa compreensão do que é uma família, será nefasto para a saúde de nossa nação”.

Durante a audiência de dois dias que teve início hoje, a Corte examina a proibição da união de casais do mesmo sexo na Califórnia. Eles trabalharão sobre a Lei de Defesa do Casamento nesta quarta-feira, que não reconhece, em nível federal, os casamentos gays que tenham sido feitos nos nove estados americanos que o autorizam.

58% dos americanos a favor do casamento gay

Pesquisas apontam que 58% da população dos Estados Unidos aprovam o casamento homossexual. O governo de Barack Obama compartilha a mesma visão, argumentando que o contrário é “uma discriminação contra a orientação sexual. “Cada americano deve se unir à pessoa que ele ama”, publicou o Obama em sua conta no Twitter na segunda-feira.

Quando a maioria dos americanos são a favor das uniões entre pessoas do mesmo sexo, é difícil de acreditar que “a Corte vai querer estar do lado ruim da História”, opina a advogada Elizabeth Wydra, do Centro pelo Respeito da Constituição.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI