Acesso ao principal conteúdo
OCDE/recursos

Ajuda para países pobres sofre maior queda em 16 anos, diz OCDE

De acordo com o relatório da OCDE, só a Alemanha aumentou a ajuda financeira para os países mais pobres
De acordo com o relatório da OCDE, só a Alemanha aumentou a ajuda financeira para os países mais pobres REUTERS/Mohamed
Texto por: RFI
2 min

A ajuda internacional aos países pobres registrou a sua maior queda desde 1997, uma consequência direta da crise mundial e dos pacotes de austeridade adotados pelos países ricos. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (03) pela OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico).

Publicidade

De acordo com a organização, apesar da queda acentuada, a situação deve melhorar um pouco neste ano. Segundo um balanço provisório divulgado pela OCDE, a chamada APD (ajuda pública ao desenvovimento) diminuiu cerca de 4% em um ano, depois de uma retração de 2% em relação ao nível recorde de 2010.

“Sem levar em conta 2007, a retração observada em 2012 é a mais marcante desde 1997”, diz o comunicado da organização, que ainda ressalta que, pela primeira vez em 16 anos, os recursos diminuíram durante dois anos consecutivos.

A APD global em 2012 foi calculada em 125,6 bilhões de dólares, o que representa 0,29% da riqueza nacional acumulada dos diferentes credores que colaboram com os recursos direcionados para países mais pobres. O valor representa 0,003% a menos em relação a 2011. A OCDE também ressalta que houve uma transferência importante dos fundos que antes eram atribuídos aos países mais pobres para as nações em desenvolvimento.

As maiores quedas foram registradas em países atingidos diretamente pela crise, como a Grécia (-17%), a Espanha (-49,7%) e a Itália (-34, 7%). A ajuda da França também diminuiu em 1,6% segundo a OCDE. Os recursos dos Estados Unidos, o maior doador, também sofreram uma baixa de 2,8% e os do Reino Unido, (2,2%). Apenas a Alemanha registrou uma alta de 0,7%, lembra a organização.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.