Acesso ao principal conteúdo
Volta da França

Britânico Christopher Froome é o campeão da Volta da França

O ciclista britânico Christopher Froome comemora sua vitória na 100ª Volta da França, neste domingo, dia 21 de julho, em Paris.
O ciclista britânico Christopher Froome comemora sua vitória na 100ª Volta da França, neste domingo, dia 21 de julho, em Paris. REUTERS/Stephane Mahe
Texto por: Daniella Franco
3 min

O ciclista britânico Christopher Froome, da equipe Sky, é o grande vencedor da 100ª Volta da França, ou, em francês, o Tour de France - a competição mais célebre do ciclismo mundial. A edição de 2013 terminou neste domingo à noite, em Paris, com a tradicional chegada à avenida Champs-Elysées. Este é o segundo título consecutivo da Grã-Bretanha na Volta da França que foi vencida no ano passado o britânico Bradley Wiggins.

Publicidade

A 21ª e última etapa da Volta da França aconteceu entre Versalhes e Paris, com um percurso de 133,5 quilômetros. Esta fase final da competição é a mais tradicional e atrai milhares de pessoas à avenida que é considerada a mais bonita do mundo, a Champs-Elysées. O vencedor da 21ª etapa foi o alemão Marcel Kittel, da equipe Argos-Shimano.

A última fase da prova não tem disputa de posições, é considerada mais como um desfile dos esportistas. A conquista de Froome, 28 anos, da equipe Sky, já era esperada – o que não diminuiu o brilho de sua vitória. Mas os boatos de dopping que ocorreram durante as três semanas de prova irritaram o esportista.

“Após as histórias e revelações recentes em nosso esporte, acredito que quem vestir esta camisa amarela [do líder da prova] vai ser submetido a críticas. É preciso que eu me acostume com essa ideia. Todo o pelotão é contra o dopping”, desabafou, nesta noite. “É o evento esportivo mais bonito da Terra e ganhar a centésima edição é uma honra que vai além de todos os meus sonhos”, comemorou.

O jovem colombiano Nairo Quintana, da equipe Movistar, e o espanhol Joaquím Rodríguez, da Katusha, ficaram, respectivamente, com o 2° e o 3° lugar da da 100ª Volta da França.

Segundo lugar

A performance Quintana também foi muito elogiada. Ele foi agraciado com dois outros prêmios: o de melhor jovem e o de melhor escalador.

Com apenas 23 anos, ele é o responsável pelo retorno do ciclismo sul-americano a esta tradicional competição. Nas provas de subida de montanha, o colombiano se mostrou como o principal rival de Froome.

O único brasileiro na disputa desta edição foi Murilo Fischer, da equipe FDJ.FR. Ele chegou em 10° lugar neste domingo, mas terminou com a 133ª posição na classificação geral.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.