Acesso ao principal conteúdo
França/Indústria

Decisão sobre venda de parte da Alstom para GE ou Siemens pode sair hoje

General Eletrics e Siemens estão na disputa pela compra de parte da companhia francesa Alstom.
General Eletrics e Siemens estão na disputa pela compra de parte da companhia francesa Alstom. REUTERS/Stephane Mahe
Texto por: RFI
3 min

A França vive um momento de suspense sobre o futuro da gigante do setor de energia e de transporte, a companhia francesa Alstom, um dos maiores símbolos da indústria do país. A americana General Electric (GE) fez uma oferta para as atividades de energia do grupo que representam 73% da Alstom, mas o governo francês privilegia um negócio com a alemã Siemens. O presidente François Hollande  encontra hoje (28) os dirigentes das duas concorrentes à compra da companhia francesa.

Publicidade

François Hollande se reuniu nesta manhã com o presidente da GE, Jeffrey Immelt. Em comunicado, o americano classificou o encontro como “aberto, caloroso e construtivo”. “Foi importante para nós conhecer o ponto de vista do presidente e discutir sobre nossos projetos, nossa história de sucesso como investidores na França e nosso engajamento a longo termo no país”, disse.

De acordo com uma fonte do palácio do Eliseu, Hollande lembrou a Immelt os três pontos que preocupam as autoridades francesas: o emprego, a localização das atividades (energia e transportes, essencialmente) e a independência energética da França.

GE x Siemens

A GE era a principal candidata à compra da francesa Alstom até ontem. As negociações estavam avançadas e a transação estimada em € 10 bilhões. A situação preocupou o governo francês, que não gostaria de perder o controle da empresa.

A Siemens entrou no negócio ontem pela manhã, dizendo-se disposta a discutir sobre a compra da companhia francesa. O negócio incluiria "a metade do setor de transporte" e garantiria a manutençã dos empregos da Alstom por pelo menos três anos. O anúncio resultou no cancelamento do encontro previsto para ontem do ministro francês da Economia, Arnaud Montebourg, com o presidente da companhia americana GE Jeffrey Immelt.

Montebourg, o presidente francês François Hollande, o primeiro-ministro Manuel Valls, além da ministra da Energia, Segolène Royal, se reuniram ontem para discutir os interesses estratégicos da França sobre a venda da companhia francesa.

O Estado não é mais acionário da Alstom desde 2006, mas o governo, que luta contra o desemprego e a retomada econômica da indústria, quer encontrar uma melhor alternativa além da venda de 70% das ações da Alstom para a GE.

Decisão

O presidente francês também se encontra nesta noite com o presidente da Siemens, Joe Kaeser, e com o principal acionista da Alstom, Martin Bouygues. No início desta tarde, a Siemens anunciou que decidirá “logo que possível”, após a reunião de seus dirigentes com o chefe de Estado francês, se fará oficialmente uma proposta à Alstom. De acordo com informações extraoficiais, obtidas pela Agência France Press (AFP), o grupo alemão pretende oferecer a compra das atividades energéticas da Alstom e lhe ceder uma parte de suas atividades ferroviárias.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.