Acesso ao principal conteúdo
Desembarque/Líderes

Chegadas de Obama e Putin à França para Dia D prometem perturbar trânsito

Cemitério militar de Beny-sur-Mer, na Normandia.
Cemitério militar de Beny-sur-Mer, na Normandia. REUTERS/Chris Helgren
2 min

O tráfego e os transportes em Paris devem enfrentar vários momentos de perturbação entre quinta-feira (5) e sábado (7), por causa da chegada de vários líderes mundiais. Eles participam das comemorações dos 70 anos do Dia D, desembarque dos aliados, na sexta-feira, na Normandia.

Publicidade

Um total de 19 chefes de Estado e de governo são aguardados no litoral norte da França, onde há 70 anos os aliados desembarcaram, vindos da Inglaterra. Entre os líderes, estarão presentes o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o presidente russo, Vladimir Putin, e a rainha da Inglaterra, Elizabeth II.

O setor da avenida dos Champs-Elysées, por exemplo, será totalmente fechado à circulação na quinta, entre 16h e 18h30. A polícia de Paris recomenda que a população evite a região ou de circular com carros em outros horários. Algumas estações de metrô e de trens suburbanos (RER) também podem ser fechadas temporariamente.

O presidente russo foi questionado pela rádio francesa Europe 1 e pelo canal TV1 se iria apertar a mão do novo presidente ucraniano, Petro Porochenko, durante o evento na Normandia. “Não pretendo evitar ninguém”, declarou Putin. “Conversarei com todo mundo”, acrescentou.

O líder russo aproveitou a entrevista para desafiar os americanos a apresentar “provas” de atividades militares russas no leste da Ucrânia.
 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.