Acesso ao principal conteúdo
Irã/Nuclear

Aiatolá Khamenei diz que bomba atômica é um “mito” americano

Ayatollah Ali Khamenei, guia suprêmo da Revolução islâmica
Ayatollah Ali Khamenei, guia suprêmo da Revolução islâmica REUTERS/Photo d'archives
Texto por: RFI
2 min

O guia supremo do Irã, o aiatolá Khamenei, acusou os Estados Unidos de terem forjado o “mito” da bomba nuclear iraniana. As declarações foram feitas neste domingo (19).

Publicidade

A mais alta autoridade religiosa e política do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, atacou os Estados Unidos neste domingo: “Eles criaram o mito das armas nucleares para poderem fazer da República islâmica uma ameaça. Não, a fonte da ameaça é a própria América com suas intervenções militares”, declarou o aiatolá.

Apesar do tom agressivo, o aiatolá continua a defender a manutenção das negociações sobre um acordo para o programa nuclear iraniano. No começo do mês, o Irã assinou um acordo quadro com o grupo 5+1 (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia mais a Alemanha). O objetivo é assinar um documento definitivo até o final de junho.

Para Khamenei, as sanções contra o Irã têm de ser retiradas imediatamente em caso de um acordo. Mas, até o momento, essa condição foi rejeitada pelos Estados Unidos. Na semana passada, o secretário de Defesa americano, Ash Carter, insistiu que um acordo definitivo sobre o programa nuclear iraniano deveria incluir a inspeção das instalações militares iranianas. Mas Ali Khamenei não aceitou essa proposta que ele considera como uma “humilhação nacional”.

Intervenção no Iêmen é criticada pelo aiatolá

O guia supremo iraniano também criticou o apoio dos Estados Unidos à intervenção da Arábia Saudita contra os rebeldes xiitas, apoiados pelo Irã, no Iêmen. Liderada pelos sauditas, a coalizão de países árabes tem realizado ataques contra as milícias houthis há várias semanas. Os rebeldes controlam a capital Sanaa e o presidente iemenita Abd Rabbo Mansour Hadi está refugiado em Riad, capital da Arábia Saudita.

Na avaliação de Khamenei, essa ação militar saudita é condenável. “Hoje, eventos trágicos acontecem no Iêmen e os americanos apóiam o opressor”.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.