Turquia

Erdogan ganha com maioria absoluta legislativas turcas

Presidente Erdogan a agradecer aos turcos que deram maioria absoluta ao seu partido AKP, nas legislativas deste primeiro de novembro.
Presidente Erdogan a agradecer aos turcos que deram maioria absoluta ao seu partido AKP, nas legislativas deste primeiro de novembro. REUTERS/Murad Sezer

Os turcos votaram, este domingo, 01 de novembro, em legislativas antecipadas, dando a maioria absoluta ao AKP, como pediu o Presidente Erdogan, que teria  obtido pelo menos 51,9 por centos dos votos.

Publicidade

Os turcos decidiram dar a maioria absoluta, 51,9 cento, ao AKP, Partido da Justiça e do Desenvolvimento, nas eleições legislativas, deste domingo, 1 de novembro, conforme pediu o Presidente Recep Tayep Erdogan, segundo a televisão pública.

Se estes resultados se confirmarem, Erdogan, poderá governar sozinho.

Erdogan, tinha encerrado a campanha, este sábado, 31 de outubro, reclamando a sua maioria absoluta, que perdeu nas precedentes legislativas de junho.

O partido social democrata, CHP de inspiração kemalista, principal partido da oposição, terá conseguido 22,5 por cento, enquanto os ultra-nacionalista do MHP, obteriam 11,4 por cento dos votos.

O  HDP, Partido Democrático dos Povos, pró-curdo, dirigido por Selahattin Demirtas, que tanta dor de cabeça deu ao Presidente Erdogan, ficou aquém das expectativas, obtendo apenas 10,5 por cento dos votos, perdendo assim parte dos 80 deputados, conseguidos, com grande surpresa, nas eleições legislativas de junho passado. 

Aliás, para entrar no parlamento, a percentagem mínima é de 10 por cento, o HDP, tem mesmo que obter os 10,5 por cento.

Caso contrário, fica de fora, o que seria uma grande desilusão para o seu líder, que esteve galvanizado durante a campanha, com as sondagens a dar-lhe números superiores aos 80 deputados que tinha no parlamento cessante.

Na realidade, Demirtas, que queria fazer história nestas eleições deste domingo privando o partido do Presidente Erdogan, da reclamada maioria absoluta, tem de estar muito desiludido, com o resultado que obteve.

Entretanto, em relação ao AKP, partido do presidente Erdogan, a Historiadora e professora universitária em França, Djenirah Couto, entrevistada por  Marcos Martins, antes dos resultaods, perspectivava uma vitória destas eleições por essa formação política.

Dejanirah Couto, Historiadora e professora universitária em França, especialista da Turquia 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI