Acesso ao principal conteúdo
Estados Unidos

Bernie Sanders "orgulhoso" por apoiar Hillary Clinton

O democrata Bernie Sanders declarou ontem em Filadélfia o seu "orgulho em estar ao lado de Hillary Clinton"
O democrata Bernie Sanders declarou ontem em Filadélfia o seu "orgulho em estar ao lado de Hillary Clinton" REUTERS/Brian Snyder
3 min

 Os democratas reunidos em convenção em Filadélfia votam esta terça-feira para eleger Hillary Clinton como candidata do partido às eleições presidenciais de 8 de Novembro.

Publicidade

 Ontem (25/07) no primeiro dia da convenção do Partido Democrata que termina esta quinta-feira (28/07) discursaram a primeira dama Michelle Obama e Bernie Sanders o candidato derrotado nas primárias do partido, com 45% de votos a seu favor face à vencedora Hillary Clinton.

O discurso de Michelle Obama foi o mais aplaudido, ela defendeu com paixão Hillary Clinton como "uma mulher que nunca abandona" e afirmou ainda entre outros "apenas uma pessoa creio, está realmente qualificada para ser Presidente dos Estados Unidos é a nossa amiga Hillary Clinton".

Bernie Sanders, senador do Vermont

Mas as expectativas viravam-se (e ainda hoje no dia do voto se viram) para o discurso de Bernie Sanders, que declarou ontem entre outros "juntos meus amigos, iniciamos uma revolução politica para transformar a América, e essa revolução, a nossa revolução continua. Conheço Hillary Clinton hà 25 anos, lembro-me, tal como vocês, da grande primeira dama que pôs fim ao papel tradicional da primeira dama, e do seu investimento na luta pelos serviços de saùde. Hillary Clinton será uma excelente presidente e sinto-me orgulhoso por estar esta noite a seu lado".

Resta agora saber como entre os quase cinco mil delagos vão votar esta terça-feira os apoiantes de Bernie Sanders, para que não se repita o que se passou na Convenção do Partido Republicano, no qual o polémico Donald Trump foi eleito com um recorde de votos contra.

Após esta designação e pela primeira vez segundo uma sondagem do Los Angeles Times, Donald Trump lidera as intenções de voto dos americanos para a presidencial de 8 de Novembro com 45% face a 41% para Hillary Clinton, o diário alerta ainda para o facto de a margem de erro desta sondagem ser de 3%.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.