Paris: Cimeira da Parceria para um Governo Aberto

O objectivo da Parceria para um Governo Aberto é o de criar uma democracia aberta e transparente.
O objectivo da Parceria para um Governo Aberto é o de criar uma democracia aberta e transparente. ©Open government partnership 2016

 Começa hoje a quarta cimeira mundial da Parceria para um Governo Aberto, que tem lugar em Paris. O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, marcou presença.

Publicidade

O objectivo da Parceria para um Governo Aberto é o de criar uma democracia aberta e transparente. 

Além disso, têm sido tomadas várias medidas cujo objectivo é o de permitir uma maior participação cidadã e um acesso mais fácil à informação pública. Foi, por exemplo, criada uma ferramenta digital chamada "OGP Toolbox" que procura forneceder dados digitais sobre as acções do Governo aos cidadãos. 

O presidente francês, François Hollande, que pediu para que a França entrasse na parceria em 2014 e que recebe hoje o comício, considera que a parceria é fulcral: "a democracia é um bem comum, precioso e frágil. É ameaçada pelo terrorismo, pela abstenção, pelas contestações de todos os tipos e pela subida do populismo". É devido a isso que a parceria tem no seu seio um projecto essencial: "construir a democracia do século XXI, uma democracia aberta, partilhada e transparente". 

A Parceira para um Governo Aberto que, aquando da sua criação em 2011, tinha apenas 8 membros, tendo o número subido hoje para 70. 

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro cabo-verdiano que vai marcar presença na cimeira, sublinha o facto de que a relação entre o Governo e os cidadãos seja mais próxima. 

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI