Política /Estados Unidos

Donald Trump nomeia seu Secretário de Estado

Rex Tillerson, será  em 2017 o novo Secretário de Estado  americano
Rex Tillerson, será em 2017 o novo Secretário de Estado americano REUTERS/Daniel Kramer/File Photo

Rex Tillerson , presidente da companhia petrolífera ExxonMobil que em Março de 2017 enceterá a sua reforma profissional foi o escolhido pelo Presidnte-eleito, Donald Trump para a chefiar a diplomacia americana à partir de Janeiro do novo ano. A escolha de Tillerson foi confirmada nesta terça-feira, por Trump, que prossegue os contactos para a formação do seu governo. Segundo observadores,o facto de Rex Tillerson ter uma boa relação com o Presidente russo ,Vladimir Putin, poderia ter impulsionado a sua escolha como Secretário de Estado, numa altura em que Moscovo deseja pôr um termo as tensões entre a Rússia e os Estados Unidos.

Publicidade

 

 

                                                                       

 Veterano da ExxonMobil, no qual trabalha há 40 anos Rex Tillerson, actual presidente da petrolífera americana , foi a escolha do Presidente-eleito, Donald Trump, para ocupar o cargo de Secretário de Estado na nova administração dos Estados Unidos, que assumirá as funções a partir de Janeiro de 2017. Tillerson foi influente na implantação da ExxonMobil no lucrativo mercado petrolífero russo, posteriormente ao colapso da União Soviética. No fim do século vinte, na sua qualidade de director do sector russo da companhia petrolífera americana , coordenou as negociações para a implementação de um projecto de biliões de dólares na ilha russa de Sakhalina, situa no extremo-oriente. Em 2006 Rex Tillerson foi nomeado presidente da ExxonMobil e em 2012 supervisou um acordo de cooperação entre a sua firma e a Rosnet, maior petrolífera da Rússia, dirigida por Igor Sechin, um próximo do Presidente Vladimir Putin.

 

No mesmo ano de 2012, Rex Tillerson foi agraciado com a medalha da Ordem da Amizade sob iniciativa de Vladimir Putin, pela sua contribuição ao desenvolvimento e reforço da cooperacção com a Rússia. A televisão russa reagiu a nomeação de Tillerson, afirmando que alguns dirigentes americanos têm boas relações com o Chefe de Estado da Rússia. Por seu lado o Kremlin espera que Tillerson possa contribuir para melhorar relações bilaterais  entre Moscovo e Washington.

 

As relações entre os Estados Unidos e a Rússia degradaram-se após a destituição do Presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovitch em Fevereiro de 2014 e a consequente anexação da Crimeia por Moscovo. O nome de Tillerson já era dado como o possível Secretário de Estado há vários dias. O facto de Tillerson ter recebido o apoio de James Baker e Condoleeza Rice, dois antigos Secretários de Estado , bem como do ex-ministro da Defesa, Robert Gates, foi crucial para a sua escolha como chefe da diplomacia da futura administração Trump.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI