Covid-19

Covid-19: Novas medidas e balanços

Modelo estrutural do COVID-19, imagem de computador concebida pela Nexu Science Communication e pelo Trinity College de Dublin
Modelo estrutural do COVID-19, imagem de computador concebida pela Nexu Science Communication e pelo Trinity College de Dublin NEXU Science Communication/via REUTERS

Desde Dezembro que 139.074 casos de infectados por Covid-19 foram registados, espalhados por 135 países e territórios. Destes 5.043 morreram e 70.729 estão recuperados.

Publicidade

A Chica, local onde apareceu este novo coronavírus, é, de longe, o país mais afectado e onde se registaram perto de 3.200 mortes.

Itália com mais de 15 mil infectados e 1.016 mortos e o segundo país mais afectado pelo Covid-19, segue-se o Irão com 11.364 infectados identificados e 514 vítimas mortais.

Na Europa, depois da Itália, Espanha, Alemanha e França são os países mais afectados. As autoridades espanholas já registaram 4.209 casos e 120 mortos, na Alemanha 3.117 casos e sete mortos e em França 2.876 infectados e 61 mortos.

De África, a notícia dos primeiros casos confirmados no Quénia, Etiópia, Guiné-Conacri e Gana. O continente africano regista até ao momento mais de 180 casos de infecção pelo novo coronavírus declarados em 15 paises. Além de cinco mortos.

A evolução da pandemia de Covid-19 está a ter consequências em todo o mundo.

A República Checa acaba de engrossar a lista de países que ordenou o encerramento de fronteiras. A medida aplica-se tanto aos estrangeiros que pretendam entrar no país, como aos cidadãos nacionais que queiram sair, a partir de segunda-feira.

A Eslováquia também fechou fronteiras a todos os estrangeiros, excepto aos polacos, a partir da manha desta sexta-feira.

A mesma decisão foi tomada pela Ucrânia. Fronteiras encerradas aos estrangeiros pelo menos durante as próximas duas semanas.

França, Portugal, Bélgica decidiram encerrar escolas. Todos os estabelecimentos de ensino, de creches a universidades, foram fechados também na Irlanda.

O grupo Disney fecha, a partir desde fim-de-semana, os parques de atracções na Califórnia, Florida e Paris até ao fim do mês de Março.

Nova Iorque, por seu lado, proíbe ajuntamentos de mais de 500 pessoas. Decisão que afecta igualmente os espectáculos da Broadway.

A Áustria anunciou, esta sexta-feira, o encerramento dos estabelecimentos comerciais não essenciais.    

Este início de tarde, Edouard Philippe, primeiro-ministro de França anunciou também a interdição de ajuntamentos a mais de 100 pessoas.

Portugal e Espanha decretaram "estado de alerta", numa tentativa de combater a propagação do novo coronavírus.

   

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI