Acesso ao principal conteúdo
Iémen

Separatistas do Iémen proclamaram autonomia da parte sul do país

Aidarous al-Zoubeidi, chefe do conselho de transição dos separatistas que declararam autonomia da parte sul do Iémen
Aidarous al-Zoubeidi, chefe do conselho de transição dos separatistas que declararam autonomia da parte sul do Iémen Saleh Al-OBEIDI / AFP
Texto por: RFI
4 min

Os separatistas do Iémen que proclamaram hoje a autonomia da parte sul do país estão mobilizados há muito tempo pela sua independência. Eram aliados das forças pró-governamentais na guerra levada a cabo desde 2014 conta os rebeldes hutis com o apoio duma coligação militar liderada pela Arábia saudita.    

Publicidade

Os separatistas do Iémen declararam hoje a autonomia da parte sul do país dilacerado pela guerra, quebrando assim o acordo de paz com o governo e complicando o seu conflito com os rebeldes hutis que controlam uma grande parte do norte.

O conselho de transição do sul acusou o governo de não ter preenchido as suas obrigações e de ter conspirado contra a causa do sul, declarando que a autonomia entrava em vigor à meia noite de sábado para domingo. 

 Um comité de autonomia começa agora os seus trabalhos na base de uma lista de tarefas sob a conduta da presidencia do conselho.

Ruptura de ex-aliados e formação de conselho de transição no sul

A ruptura entre os ex-aliados intervém numa altura em que a coligação dirigida pela Arábia saudita que apoia o governo internacionalmente reconhecido na sua batalha contra os hutis, prolongou um cessar fogo unilateral para estancar a pandemia do coronavírus.

Os hutis rejeitaram o acordo de paz e os combates continuam no Iémen destruído pela guerra que provocou segundo a ONU a pior catástrofe humanitária do mundo.

Dezenas de milhares de civis foram mortos nos últimos 5 anos na guerra entre o governo e os rebeldes hutis, apoiados pelo Irão. 

Separatistas do sul do Iemen proclamam a sua autonomia

 

 

 

 

  

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.